Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 15-08-2011

SECÇÃO: Informação

Câmara Municipal inaugura Polidesportivo de Eiró em Riodouro

Autarcas e populares marcaram presença na cerimónia
Autarcas e populares marcaram presença na cerimónia
Com um investimento de cem mil euros, o Presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Engº Joaquim Barreto, procedeu no dia 15 de Agosto, à inauguração do Polidesportivo de Eiró, na freguesia de Riodouro. Uma cerimónia na qual estiveram presentes também, o Presidente da Assembleia Municipal de Cabeceiras de Basto, Dr. Serafim China Pereira, vereadores da Câmara Municipal, demais autarcas, convidados e população em geral.
Autarcas e jogadores posaram para a fotografia
Autarcas e jogadores posaram para a fotografia
Trata-se de uma obra, que resulta de um protocolo estabelecido entre o IDP – Instituto do Desporto de Portugal, a Federação Portuguesa de Futebol, a Câmara Municipal e a Associação de Futebol de Braga, com o objectivo de promover a iniciação à prática desportiva informal em locais desportivamente carenciados e desta forma contribuir para a ocupação dos tempos livres das crianças e jovens no âmbito da medida ‘Desporto para todos’. A instalação deste equipamento que além de fomentar a actividade desportiva infanto-juvenil, bem como a generalização da prática desportiva em segurança, garantindo a igualdade de acesso às actividades desportivas sem discriminações sociais, físicas ou de sexo, era uma pretensão ansiada pela população, que ao longo dos anos foi vendo suprimidas algumas necessidades básicas, conforme referiu o edil Cabeceirense, Engº Joaquim Barreto, que na oportunidade fez um balanço de como encontrou a freguesia, uma das maiores do Minho em área, e que há 18 anos tinha 8 dos 14 lugares de que é composta isolados. Também o abastecimento público de água era deficitário, mas com o decorrer do tempo, as infra-estruturas básicas foram sendo colmatadas e dando lugar a outras ‘reivindicações’ e por isso foi com satisfação que procedeu à inauguração desta obra, sinal de que a freguesia evoluiu e com ela as pretensões dos seus habitantes. Este Polidesportivo servirá sobretudo parte da freguesia, nomeadamente os lugares da ribeira, tais como Eiró, Riodouro, Costa. Ao que apuramos, está prevista a instalação de um outro polidesportivo, desta feita em Cambezes, para servir os lugares cimeiros da freguesia de Ridodouro.

Recuperar edifícios e devolvê-los à população com novas valências
Os presidentes da Câmara e da Assembleia Municipal deram o pontapé de saída do jogo de futebol
Os presidentes da Câmara e da Assembleia Municipal deram o pontapé de saída do jogo de futebol

O Polidesportivo é uma obra localizada no terreno contíguo à devoluta Escola Pimária daquele lugar da freguesia, que veio ocupar parte do antigo recreio e uma parcela de terreno que foi adquirida para o efeito. A sua instalação, permitiu transformar aquele equipamento escolar, num espaço multi-funcional e multi-geracional ao serviço da comunidade. A envolvente foi igualmente beneficiada com a colocação de iluminação, mesas e árvores, dotando o recinto de melhores condições para a ocupação salutar dos tempos livres dos residentes. Para o próximo ano, ficou o compromisso por parte da Câmara Municipal de construir um parque infantil. Desta forma ficam agregadas naquele local várias valências. Recorde-se que após o encerramento da escola, a Autarquia Cabeceirense procedeu à realização de obras de adaptação do edifício escolar, ficando uma das salas para Espaço de Lazer e de Convívio, dirigido sobretudo aos mais idosos, que apoiados por uma viatura adquirida pela Junta de Freguesia, se reunem diariamente para conviver e paticipar nas diversas actividades desenvolvidas. A outra sala, devoluta, foi cedida à Associação Recreativa, Cultural e Desportiva de Riodouro, onde instalou a sua sede e onde dinamiza actividades diversas. A partir daqui fará também, a gestão deste novo equipamento desportivo.
Na ocasião, Norberto Pires, presidente da associação manifestou a sua satisfação com a inauguração desta obra, que vai permitir a realização de iniciativas sócio-culturais, desportivas e recreativas, envolvendo diferentes faixas etárias da população em condições de segurança e bem-estar.
Também o Presidente da Assembleia Municipal, Dr. China Pereira, corroborou esta opinião, já que o polidesportivo fomenta a prática desportiva e agrega as pessoas em torno de convívios salutares. Na oportunidade, o autarca enalteceu o trabalho que vem sendo feito ao longo dos anos pelo actual executivo, tendo como principal timoneiro o edil Engº Joaquim Barreto, que considerou ser o autor da ‘revolução’ de que Cabeceiras de Basto foi alvo nos últimos anos. Um trabalho que muito orgulha o Município Cabeceirense, assente também, nas parcerias estabelecidas, seja com as autarquias, seja com o movimento associativo, em prol da melhoria da qualidade de vida dos munícipes.
De referir ainda que a instalação deste Polidesportivo veio contribuir para transformar aquele desocupado edifício e recinto escolar, numa infra-estrutura inter-geracional, multifuncional que congrega a população e disponibiliza condições propícias à ocupação salutar dos tempos livres das pessoas não só do lugar, como da freguesia. Este tipo de obras, é aliás, uma prática que a Câmara Municipal tem vindo a adoptar ao longo dos anos, ao recuperar, beneficiar e adaptar edifícios públicos devolutos, conferindo-lhes outras funcionalidades e devolvendo-os à população com novas valências.
Após o descerramento da placa, seguiu-se um jogo disputado no recém inaugurado recinto de jogos e um lanche convívio oferecido pela Associação Recreativa, Cultural e Desportiva de Riodouro a todos os presentes, a quem a Junta de Freguesia agraciou com um apoio monetário.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.