Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 25-07-2011

SECÇÃO: Opinião

SONHOS

Foste para mim a lâmpada de Aladino,
Também os contos das mil e umas noites.
Foste para mim vento de mil açoites,
Que marcou p’ra sempre o meu destino.
Oh, Cherazade meu longo caminho!...
Sem ter regaço onde pernoite.
Abre-te Sésamo p’ra que passe a noite
Numa cama com lençóis de arminho.
Meu Ali-Bá-Bá, mais quarenta ladrões
Minha fada linda dos grandes salões,
Moira encantada de Marraquexe.
Minha bela princesa de Bagdad,
Linda ninfa dos desertos do Saará,
Um’a menina que jamais envelhece!...
Jaime de Sousa e Silva

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.