Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 25-07-2011

SECÇÃO: Informação

Bruno Baptista e Hélder Bento em concerto no Mosteiro de S. Miguel de Refojos

foto
O Mosteiro de S. Miguel de Refojos acolheu, no dia 9 de Julho, o último espectáculo de um ciclo de concertos de órgão de tubos agendados para o presenta ano.
Uma iniciativa promovida pela Associação de Municípios do Baíxo Tâmega com o apoio da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, da empresa municipal Emunibasto e da Paróquia de São Miguel de Refojos.
Levado a cabo pelo organista Bruno Baptista e pelo tenor Hélder Bento, os artistas deram azo a um magnífico espectáculo que registou o agrado do numeroso público que ali se deslocou.
Naturais da Lixa (Felgueiras), o organista – Bruno Baptista – e o tenor – Hélder Bento – inerpretaram temas de J. P. Sweelinck, H. Schütz, J. Pachelbel, J.S. Bach, D. Zipoli, entre outros compositores, proporcionando singulares momentos musicais a todos os presentes.
De referir que Bruno Baptista – organista - concluiu o curso complementar de Órgão na classe do Professor Paulo Alvim, no Conservatório de Música do Porto, tendo frequentado vários cursos de aperfeiçoamento ao longo da sua formação como organista, bem como participado em diversos eventos musicais. Internacionalmente destaca-se a participação nos concertos integrados nas comemorações do 200º aniversário do nascimento de Felix Mendelsson, em Roma – Itália e no concerto de órgão e canto na Catedral de Orleães, em França. Recentemente frequentou a licenciatura em Música Sacra na Universidade Católica Portuguesa, no Porto, na classe de Órgão e Improvisação do Professor Doutor Giampaolo di Rosa.
Por sua vez Hélder Bento – tenor - concluiu em 2008 a sua licenciatura em música, na variante de canto na classe de José de Oliveira Lopes. Cantou durante anos como barítomo e relacionado com Oratória. Na ópera, como solista interpretou vários temas. Actualmente, é elemento do Coro da Casa da Música onde tem actuado frequentemente como solista, destacando-se o Festival de Música Antiga de Úbeda e Bayeza (Espanha) e o Festival Haendel (Londres). Já trabalhou, com os mestres Paul Hillier, Álvaro Cassuto, José Ferreira Lobo, Armando Vidal, entre outros.
Os dois artistas convidados porporcionaram assim, um concerto de canto e música, ao som de um belo instrumento musical, construído no ano de 1771 – o Órgão de Tubos do Mosteiro de S. Miguel de Refojos – que após um interregno de oito décadas voltou a tocar em Julho de 2009.
De salientar ainda, que só com a recuperação deste importante e histórico instrumento musical existente no Mosteiro de S. Miguel de Refojos, foi possível devolver à população o toque de um magnífico órgão de tubos e elevar a oferta musical e cultural concelhia dirigida não só aos Cabeceirenses, mas também a todos os apreciadores deste género musical que aqui se desloquem. Valorizar, promover e divulgar o património local, seja material ou imaterial, é uma das apostas da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto.
Além do numeroso público que compareceu e encheu a Igreja do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, estiveram ainda presentes neste evento, os Presidentes da Câmara e Assembleia Municipal, Engº Joaquim Barreto e Dr. Serafim China Pereira, respectivamente, os vereadores Francisco Pereira e Dr. Domingos Machado, o Presidente da Junta de Freguesia de Refojos, Francisco Alves, a administradora da Emunibasto, Profª Stela Monteiro, o Pároco da Freguesia de Refojos, Marcelino Esteves, demais autarcas e convidados.


© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.