Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 13-06-2011

SECÇÃO: Informação

Associações e colectividades recebem apoio

A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto decidiu prosseguir com o apoio logístico e financeiro às associações e colectividades concelhias, por forma a ‘garantir’ a concretização de acções sócio-culturais, recreativas e desportivas que as mesmas se propõem realizar no âmbito dos respectivos planos de actividades.
As associações, consideradas ‘molas impulsionadoras’ de desenvolvimento, promovem ao longo do ano diversas iniciativas que envolvem a população permitindo quer a ocupação salutar dos tempos livres, quer a prestação de serviços de natureza diversa conducentes ao seu bem-estar.

Banda Cabeceirense
Banda Cabeceirense
A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto decidiu por isso, apoiar a Associação do Grupo Folclórico de S. Nicolau através da disponibilização de técnicos da autarquia para acompanhar os procedimentos legais a ter em conta no âmbito do processo de construção da sede desta agremiação concelhia.

Cavaquinhos
da Raposeira festejam
S. Pedro

À Associação de Cavaquinhos da Raposeira foi igualmente atribuído um apoio logístico quantificado em 847,38 euros e um apoio financeiro no valor de 650,00 euros, destinado à realização das comemorações do S. Pedro da Raposeira. Trata-se de uma tradição antiga, que esta colectividade concelhia revitalizou e que, de alguns anos a esta parte, dinamiza com o intuito de avivar os usos e costumes, a etnografia e o folclore locais, agregando não só os residentes naquela localidade como centenas de populares que ali se deslocam para participar e assistir aos festejos em torno deste santo popular.
Na reunião, à Fábrica da Igreja Paroquial de S. Martinho do Arco de Baúlhe, foi atribuído um apoio logístico no valor de 385,05 euros, tendo em vista apoiar a ‘Erguida do Pau da Bandeira’. Trata-se de um rito antigo que acontece no início de Agosto envolvendo a população local em cortejos e oferendas, e que tem como objectivo assinalar o arranque das festividades em honra da Senhora dos Remédios promovidas anualmente com grande pompa e por isso, motivo de atracção de milhares de forasteiros àquela vila arcoense.
O executivo decidiu ainda atribuir um apoio financeiro de 6000,00 euros ao Centro Cultural, Social e Desportivo dos Trabalhadores da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, destinado a ajudar a custear as despesas tidas com a realização da Festa de Natal dos Trabalhadores da Autarquia Cabeceirense.

Banda Cabeceirense grava CD

A Câmara deliberou proceder à assinatura de um protocolo de cooperação a celebrar com a Banda Cabeceirense, tendo em vista a produção de 1000 CD’s com diversas peças musicais interpretadas por esta centenária filarmónica, entre as quais o Hino de Cabeceiras de Basto. Um canto, cuja versão final com letra do Padre Valdemar Gonçalves e música do Padre Dr. Joaquim Santos, foi aprovado pelo executivo municipal em reunião de 25 de Setembro de 2008. Apresentado em primeira mão pela Banda Cabeceirense, o Hino de Cabeceiras de Basto, será assim gravado em CD, tendo em vista uma melhor divulgação nas Escolas, Bibliotecas, Serviços Culturais e população em geral.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.