Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 13-06-2011

SECÇÃO: Opinião

POESIA À PRIMAVERA

Foi DEUS quem criou a Primavera,
Esmerou-se por dar-lhe só beleza,
De ar puro carregou a atmosfera
De tons verdes pintou a Natureza

Arredou do firmamento a escuridão,
Com luz, a nova planta, se abriu,
No beiral do mais velho casarão
Andorinha o seu ninho construiu.

Deu ao monte um aroma de alecrim,
Á floresta um cheirinho a verde pinho,
Crescem linhas as flores no jardim
Pôs nos campos um tapete cor de linho.

A formiga já saiu a granjear
E a abelha poisa em uma outra flor,
Convidou o lavrador a semear,
Para depois colher o fruto com AMOR.

Florêncio Campos

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.