Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 11-04-2011

SECÇÃO: Informação

19 e 20 de Maio
Museu das Terras de Basto debate ‘Memórias do Território 2011’

Com o título Memórias do Território 2011 vai realizar-se no Museu das Terras de Basto - Núcleo Ferroviário de Arco de Baúlhe, o primeiro Encontro de História Local através do qual se se pretende dar a conhecer o território em que se insere o Município de Cabeceiras de Basto.
Recorde-se que um território é um espaço multifacetado que pode e deve ser olhado de diferentes maneiras, sendo esse diferente modo de olhar o todo, nas suas diversas e interligadas “parcelas”, o mote para cinco conferências a promover no âmbito de um ciclo designado por Memórias do Território.
Esta primeira conferência, decorre nos dias 19 e 20 de Maio de 2011. O primeiro dia será dedicado às palestras na qual estão previstos vários oradores para abordar esta temática. O segundo dia está destinado para a realização de visitas ao património de Cabeceiras de Basto. A inscrição é gratuíta e os interessados em participar podem enviar as suas inscrições para o e-mail: museu.cabeceiras@mail.telepac.pt.

Conhecer o território

Dada a importância desta iniciativa para um mehor conhecimento do território Cabeceirense, O Ecos de Basto, dá à estampa o programa deste evento.
Programa: Memórias do Território

Dia 19 de Maio: Conferências

Manhã
09h30 Recepção aos participantes (Inscrição gratuita)
10h00 Sessão de abertura
10h30 Vida no Campo, por Álvaro Domingues(Geógrafo, professor da Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto)
11h15 Pausa para café
11h45 Notas para um inventário arqueológico de Cabeceiras de Basto, Francisco Manuel Veleda Reimão Queiroga(Prof. Associado, Universidade Fernando Pessoa)
12h30 Pausa para almoço
Tarde
14h30 Moinhos de Cabeceiras de Basto: Apontamentos de Conservação, por Inês Gonçalves(Arquitecta, Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto)
15h15 Muros-apiários do médio Tâmega: um património a preservar por António Pereira Dinis(Investi-gador do CITCEM, Consultor da Câmara Municipal de Mondim de Basto para a área da arqueologia)
16h00 A construção da Linha do Tâmega (1905-1949), por Ricardo Cardoso (Coordenador do Serviço de Inventário da Fundação Museu Nacional Ferroviário – Armando Ginestal Machado)
16h45 Pausa para café
17h15 Visita ao Núcleo Ferroviário

Dia 20 de Maio: Visita ao Património

O Município de Cabeceiras de Basto disponibiliza gratuitamente um autocarro com 50 lugares para os participantes que se inscrevam na Visita ao Património (inscrições limitadas ao número de lugares existentes. Há também a possibilidade de fazer o percurso em carro próprio)

Manhã
09h00 Partida para Mondim de Basto (saída da Praça do Mercado)
10h00 Observação da silha de Arjuiz (orientada por António Pereira Dinis)
10h40 Visita a Pardelhas e observação das silhas de Requeixo
11h30 Visita às Fisgas de Ermelo
12h00 Regresso a Cabeceiras
13h00 Almoço
Tarde
14h15 Partida para Abadim
15h00 Visita a Moinhos de Rei (orientada por Inês Gonçalves)
15h30 Partida para S. Nicolau
15h45 Visita ao castelo de S. Nicolau (orientada por Francisco Queiroga)
16h30 Chegada a Cabeceiras de Basto (Praça do Mercado)

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.