Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 21-03-2011

SECÇÃO: Informação

Sessão de boas-vindas aos formadores do Pólo de Formação Profissional de Cabeceiras de Basto
Cinco acções de formação arrancam em breve na área de abrangência do Pólo

O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Eng.º Joaquim Barreto, acompanhado pelo vereador Francisco Antunes Pereira e pela responsável do Pólo de Formação Profissional de Cabeceiras de Basto, Dra. Paula Gonçalves, participou no dia 16 de Março, na sessão de apresentação e boas-vindas aos 52 formadores do Pólo de Formação Profissional de Cabeceiras de Basto, que vai dar início em breve a cinco acções de formação.
Os formadores do Pólo de Formação destacam-se pela grande abrangência de domínios na formação de base e tecnológica, compreendendo as temáticas da Cidadania e Profissionalidade, Sociedade, Tecnologia e Ciência e ainda Cultura, Língua e Comunicação e outras áreas específicas.

Cinquenta e dois formadores marcaram presença
Cinquenta e dois formadores marcaram presença
O Pólo de Formação Profissional de Basto abrange os concelhos de Cabeceiras de Basto, Celorico de Basto, Mondim de Basto e Ribeira de Pena, podendo a formação ser promovida nas instalações do pólo, em Lameiros, ou em instalações localizados nos próprios concelhos.
Das cinco acções a ser promovidas pelo Pólo de Formação Profissional de Cabeceiras de Basto, entre finais do mês de Março e início de Abril, três são dirigidas a adultos com o 6.º ano de escolaridade que pretendem equivalência ao 9.º ano na modalidade de Educação e Formação de Adultos (EFA). Nesta modalidade vão abrir três cursos nas áreas da Cozinha (em Celorico de Basto), Empregado de Mesa (em Cabeceiras de Basto) e Jardinagem (em Mondim de Basto).
Paralelamente, vão decorrer duas acções de formação em Lameiros, sede do Pólo de Formação, nas áreas de Técnico de Animação e Informação Turística e Técnico Comercial. Estas duas acções de formação, com duração de cerca de 14 meses, destinam-se a adultos com o 9.º ano que pretendem equivalência ao 12.º ano de escolaridade – EFA nível Secundário.
De salientar que os cursos de EFA visam elevar os níveis de habilitação escolar e profissional da população portuguesa adulta, através de uma oferta integrada de educação e formação que potencie as suas condições de empregabilidade e certifique as competências adquiridas ao longo da vida.
Note-se, ainda, que esta semana arrancou a Formação Modelar, em horário pós-laboral, para adultos com necessidade de aperfeiçoar os seus conhecimentos na área da Informática/Internet. Em Abril deve iniciar, também, a Formação Modelar na área das Tecnologias de Informação e Comunicação.
De referir que a sessão de boas-vindas aos 52 formadores do Pólo de Formação Profissional de Cabeceiras de Basto decorreu no Salão Multiusos do Mercado Municipal de Cabeceiras de Basto.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.