Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 28-02-2011

SECÇÃO: Cultura

Máscaras e objectos cénicos em exposição na Casa da Cultura

foto
desde o dia 10 de Fevereiro e até ao próximo dia 8 de Abril de 2011, a exposição ‘Máscaras e objectos cénicos – Teatro de Papel’ produzido pelo Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto e pelo Centro de Criatividade da Póvoa de Lanhoso.
O Carnaval é uma das manifestações que mais exige objectos cénicos, indumentárias especiais e sobretudo, máscaras. É a transformação do cidadão comum, numa mistura de diabo e de santo nesta quadra festiva onde tudo é permitido. É  justamente a reunião destes objectos e sobretudo de máscaras que estão expostas ao público, tendo como mote o Carnaval.
A Casa Municipal da Cultura promove mais uma expoisção, desta feita tendo como mote, máscaras e objectos cénicos cujo material expositivo foi produzido pelo Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto e pelo Centro de Criatividade da Póvoa de Lanhoso.

foto
‘Oficinas Criativas’ apresentam trabalhos

Recorde-se que o executivo municipal procedeu no dia 27 de Janeiro, à renovação do protocolo estabelecido, em 2010, com o Centro de Criatividade da Póvoa de Lanhoso - Centro de Criação Cutural e Intervenção Social, Cooperativa de Interesse Público e Responsabilidade Limitada, tendo em vista dar continuidade ao projecto que vem sendo desenvolvido pelo Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto.
Um projecto transformador e agregador, que visa o desenvolvimento de actividades artísticas e culturais com incidência na região, capaz de servir de modelo para o desenvolvimento sócio-cultural, promovendo transformações sociais e económicas, nomeadamente nas áreas da cultura, teatro, turismo, lazer e entretenimento.
Com a renovação deste protocolo, a Câmara Municipal dá assim, cotinuidade a um projecto que incide também no intercâmbio de artistas e criadores de reconhecida experiência, com jovens e outros interessados amadores da arte, da cultura e da tradição, fundindo saberes e experiências, desenvolvendo e criando, através de acções de formação e experimentação artística, a memória, a história e a identidade dos povos recorrendo a linguagens cénicas e outras expressões da arte contemporânea.
Esta exposição, que é também resultado da parceria encetada, divulga ao público uma colectânea de trabalhos produzidos em parte pelos alunos que frequentam semanalmente este espaço criativo sob orientação técnica e artística, reflectindo simultaneamente junto da comunidade local uma emergente dinâmica cultural e intergeracional em Cabeceiras de Basto.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.