Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 07-02-2011

SECÇÃO: Destaque

Cavaquinhos da Raposeira vencem XV Concurso das Janeiras de Cabeceiras de Basto

ARCA - 2º Classificado
ARCA - 2º Classificado
Os trinta e dois grupos participantes mobilizaram centenas de pessoas e atrairam numeroso público ao Desportivo de Refojos.
Os Cavaquinhos da Raposeira foram os grandes vencedores do XV Concurso/Encontro de Cantares das Janeiras de Cabeceiras de Basto, uma iniciativa que decorreu no dia 30 de Janeiro, no Pavilhão Desportivo de Refojos.
Em segundo lugar classificou-se a Associação Recreativa e Cultural do Arco de Baúlhe (ARCA) e em terceiro distinguiu-se a Associação do Grupo Folclórico de S. Nicolau, da freguesia de Cabeceiras de Basto.
O primeiro classificado recebeu um prémio pecuniário no valor de 300 euros, enquanto o segundo e terceiro classificados receberam 250 e 200 euros, respectivamente.
Rancho Folclórico de S. Nicolau - 3º Classificado
Rancho Folclórico de S. Nicolau - 3º Classificado
Com letra e música de Manuel Carneiro, os Cavaquinhos da Raposeira interpretaram o tema ‘Cantemos Todos’, uma actuação que valeu o primeiro lugar à Associação Cavaquinhos da Raposeira, pelo terceiro ano consecutivo.
O responsável pelo grupo mostrou-se, ontem, muito satisfeito pela distinção no concurso, dizendo que “é cada vez mais difícil apresentar qualidade suficiente para poder superar os desafios”.
Assegurando que o objectivo “é representar bem a associação e a nossa região”, Manuel Carneiro elogiou a dedicação de todos os elementos e garantiu que o grupo “vai começar já a trabalhar” para a próxima edição do Concurso das Janeiras.
Também os representantes da ARCA e da Associação do Grupo Folclórico de S. Nicolau revelaram o seu entusiasmo com as classificações do júri, prometendo continuar a participar nas iniciativas que promovam as tradições de Cabeceiras de Basto.
Na eleição dos melhores grupos a concurso, o júri, composto por três elementos, teve em consideração a originalidade/recolha da letra e música, a execução musical, a vocalização, a apresentação em palco e a adequação dos trajes.
“Não foi tarefa fácil porque o nível de qualidade deste ano foi bastante superior”, disse no final do concurso o jurado Orlando Alves, garantindo que “os pormenores fazem a diferença”.
O Grupo Desportivo de Cavez em plena actuação
O Grupo Desportivo de Cavez em plena actuação
Centenas de pessoas assistiram ao evento que juntou 32 grupos em palco (19 participantes no concurso e 13 no encontro), onde os trajes, as letras e as músicas deram maior expressão ao espírito do Cantar das Janeiras.
Ao concurso apresentaram-se os Cantadores do Grupo Desportivo de Cavez, o Grupo de Cantares Nuno Álvares de Pedraça, o Grupo de Jovens de Abadim, o Grupo Associativo do Samão, Os Amigos da Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto (ADIB), o Grupo Girassol, o Grupo Menos Jovens de Moimenta, a Associação Juvenil de Organização de Eventos Sociais Temáticos, o grupo Basto em Acção, os Amigos d’Outeiro, os Amigos da Fundação, a Associação do Grupo Folclórico de S. Nicolau, a Associação dos Amigos de Basto, os Cavaquinhos da Raposeira, a Associação Recreativa e Cultural do Arco de Baúlhe (ARCA), a Universidade Sénior de Cabeceiras de Basto, o Centro Novas Oportunidades – Mútua de Basto, a 1.ª Companhia de Cabeceiras de Basto (Associação Guias de Portugal) e o Centro de Convívio e Lazer de Refojos.



Os Amigos da ADIB - A nossa "equipa" também participou
Os Amigos da ADIB - A nossa "equipa" também participou


No XV Encontro de Cantares das Janeiras participaram a Arborada, os Amigos das Concertinas, os Reis do 9.ºE, o Centro Convívio e Lazer do Arco de Baúlhe, a Voz Alegre de Riodouro, a Junta de Freguesia de Passos, o Grupo de Jovens Ou’Pa (Outeiro e Painzela), o Centro de Convívio de Painzela, os Eternos Jovens de Abadim, a Banda Cabeceirense, Os Passarinhos da Ribeira, o Grupo Coral e Recreativo ‘Os Ceifeiros de Sto. André e Os Amigos da Faia.
No total, pisaram o palco mais de 600 pessoas acompanhadas pelos cavaquinhos, tambores, pandeiretas, ferrinhos, acordeão, flauta, violas, concertinas, batuque, bandolim, reque-reque, entre outros.
Temas tradicionais e originais fizeram as delícias ao numeroso público que aplaudiu a performance e o trajar dos grupos participantes, onde as gerações de avós, pais e netos se uniram para promover o património cultural de Cabeceiras de Basto.
Depois de dar os parabéns a todos os grupos participantes, o presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Eng.º Joaquim Barreto, enalteceu o trabalho e o empenhamento dos grupos na valorização dos usos, costumes e tradições concelhias.
No final, o autarca fez um balanço muito positivo do concurso/encontro que ficou, este ano, marcado pela quantidade e qualidade de grupos participantes.
“Tivemos uma abordagem diferente do Cantar das Janeiras, o que demonstra que as nossas gentes se dedicaram muito a esta iniciativa, havendo uma maior entrega por parte das pessoas”, salientou Joaquim Barreto. E finalizou: “a música e a cultura também hoje tiveram a sua exaltação e promoção para o exterior, o que demonstra a força do movimento associativo de Cabeceiras de Basto”.
O presidente da Assembleia Municipal, Dr. China Pereira, deu os parabéns à Câmara e à Emunibasto pela organização do espectáculo que recordou os tempos antigos e juntou centenas de participantes em salutar convívio.
Organizado pela Câmara Municipal, através da Emunibasto, o XV Concurso/Encontro de Cantares das Janeiras de Cabeceiras de Basto contou com a presença do executivo municipal, membros da Assembleia Municipal e administradoras da Emunibasto e Régie Cooperativa Basto Vida.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.