Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 17-01-2011

SECÇÃO: Opinião

Poesia

A Poesia, a Poesia tem que ser
Muito mais que exercício cerebral
Muito mais que palavra ornamental
Como sentido que possa ser qualquer.

Tem que ser como a Vida, tal e qual
Com momentos de dor e de prazer
Por alguma razão se quis mulher
Mulher sempre menina por sinal…

Tal como é dito o nome sem hiato
A Poesia terá que ser retrato
Da vida que vivemos dia a dia.

A Poesia acontece em nossa vida
Escrevendo-se então para ser lida
E vida e morte devem ser Poesia.

Lourenço Campos

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.