Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 17-01-2011

SECÇÃO: Informação

Portugueses vão a votos no domingo

Realizam-se no próximo domingo, dia 23 de Janeiro, as Eleições Presidenciais disputadas por seis candidatos, que ao longo destas últimas semanas têm percorrido o país de lés a lés e as regiões autónomas reiterando compromissos, numa maior aproximação aos cidadãos.
A pré-campanha para as Eleições Presidenciais tem ficado marcada pela acesa troca de palavras entre os vários candidatos a Presidente da República, uma situação desencadeada pelo caso BPN, ao qual tem sido associado o nome do actual Presidente da República.
O caso está a ser explorado pelos candidatos de esquerda para ‘atacar’ Cavaco Silva que se candidata ao segundo mandato.
Apoiado pelo Partido Socialista e Bloco de Esquerda, Manuel Alegre tem apresentado a sua candidatura como “Uma nova esperança para Portugal”. Durante a apresentação do Contrato Presidencial, Alegre afirmou que “esta é uma hora de unir, de somar e de mobilizar”, deixando um desafio aos jovens e fazendo um apelo a todos os cidadãos empenhados numa “nova esperança para Portugal”.
O actual Presidente da República, Cavaco Silva, recandidata-se a um segundo mandato sob o lema “Acredito nos Portugueses”. Apoiado pelo Partido Social Democrata e pelo Centro Democrático Social, Cavaco Silva afirma no seu manifesto: “acredito nos Portugueses. Sei que são capazes de se erguer e dar o melhor de si nas horas mais adversas, como é a hora que vivemos”.
O candidato apoiado pelo Partido Comunista Português e pelos ‘Verdes’, Francisco Lopes, afirma que a sua candidatura “é a expressão colectiva de mudança que une todos os que confiam, agem e lutam por um futuro melhor para o nosso povo e para Portugal”.
O fundador da AMI (Assistência Médica Internacional), Fernando Nobre, apresentou a sua candidatura às Eleições Presidenciais, sob o lema “Acreditar em Portugal”. A sua candidatura não conta declaradamente com o apoio de qualquer partido, sendo o seu grande trunfo, o reconhecimento internacional que conquistou ao longo dos anos.
O ex-presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo e actual deputado do PS também entrou na corrida às Presidenciais. Defendendo a luta pela regionalização e o mérito e a transparência na administração pública, Defensor Moura assenta a sua candidatura na luta “Contra a Resignação”.
Apoiado pelo Partido da Nova Democracia, José Manuel Coelho argumenta a sua candidatura: “a minha mensagem é uma mensagem clara. Eu, se for eleito Presidente da República, como espero, com a ajuda de todos os portugueses e das portuguesas, vou fazer da minha luta três vectores principais - a luta contra a corrupção, o combate aos ordenados escandalosos dos políticos e a dignidade da justiça”.
Estes são os seis candidatos a sufrágio no próximo domingo, dia 23 de Janeiro, para a eleição do Presidente da República para os próximos cinco anos.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.