Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 30-12-2010

SECÇÃO: Informação

foto
Seis candidatos disputam corrida às Presidenciais

O Tribunal Constitucional apreciou os processos de candidatura às Eleições Presidenciais que se realizam no próximo dia 23 de Janeiro, tendo validado as candidaturas de Cavaco Silva, Manuel Alegre, Fernando Nobre, Francisco Lopes, Defensor de Moura e José Manuel Coelho.
foto
O candidato Manuel Alegre, apoiado pelo Partido Socialista e Bloco de Esquerda foi o primeiro a apresentar-se a sufrágio. Poeta e político com grande experiência, Manuel Alegre, militante do PS, é já um rosto bem conhecido de todos os portugueses.
“Uma nova esperança para Portugal” é o título do Contrato Presidencial que apresentou aos portugueses e que se estrutura em doze pontos. Durante a apresentação deste contrato, Alegre afirmou que “esta é uma hora de unir, de somar e de mobilizar”, deixando um desafio aos jovens e fazendo um apelo a todos os cidadãos empenhados numa “nova esperança para Portugal”.
O actual Presidente da República, Cavaco Silva, recandidata-se a um segundo mandato sob o lema “Acredito nos Portugueses”.
foto
Apoiado pelo Partido Social Democrata e pelo Centro Democrático Social, Cavaco Silva afirma no seu manifesto: “acredito no meu País. Acredito nos Portugueses. Sei que são capazes de se erguer e dar o melhor de si nas horas mais adversas, como é a hora que vivemos. A minha vida foi feita de sacrifícios e trabalho árduo”. Cavaco defende ainda a preservação dos bens colectivos e dos cuidados de saúde.
foto
O candidato apoiado pelo Partido Comunista Português e pelos ‘Verdes’, Francisco Lopes, afirma que a sua candidatura “é a expressão colectiva de mudança que une todos os que confiam, agem e lutam por um futuro melhor para o nosso povo e para Portugal”. A sua candidatura “protagoniza um projecto próprio e inconfundível e suscita, no seu desenvolvimento, uma dinâmica de participação e empenhamento populares”.
Conhecido por ser o fundador da AMI (Assistência Médica Internacional) e pelas inúmeras viagens de voluntariado pelo mundo, Fernando Nobre também apresentou a sua candidatura às Presidenciais, seguindo o lema “Acreditar em Portugal”.
A sua candidatura não conta declaradamente com o apoio de qualquer partido, sendo o seu grande trunfo, o reconhecimento internacional que conquistou ao longo dos anos.
foto
O ex-presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo e actual deputado do PS também entrou na corrida às Eleições Presidenciais. Defendendo a luta pela regionalização e o mérito e a transparência na administração pública, Defensor Moura assenta a sua candidatura na luta “Contra a Resignação”.
Moura assume-se ainda contra a corrupção e o clientelismo, pelo desenvolvimento das regiões e pela defesa do Serviço Nacional de Saúde.
foto
Apoiado pelo Partido da Nova Democracia, José Manuel Coelho argumenta a sua candidatura: “a minha mensagem é uma mensagem clara. Eu, se for eleito Presidente da República, como espero, com a ajuda de todos os portugueses e das portuguesas, vou fazer da minha luta três vectores principais - a luta contra a corrupção, o combate aos ordenados escandalosos dos políticos e a dignidade da justiça”.
Estes são os seis candidatos a sufrágio no próximo dia 23 de Janeiro para a eleição do Presidente da República para os próximos cinco anos.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.