Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 06-12-2010

SECÇÃO: Informação

Em Moimenta e Eiró
GNR de Cabeceiras de Basto alerta idosos para burlas

Com o intuito de ajudar a manter os idosos do concelho em segurança, a GNR de Cabeceiras de Basto promoveu no dia 15 de Novembro, duas sessões de esclarecimento e sensibilização junto dos utentes dos Espaços de Convívio e Lazer (ECL) de Moimenta (Cavez) e de Eiró (Riodouro).

foto
A iniciativa, que contou com a colaboração da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, inseriu-se no âmbito no programa ‘Idosos em Segurança 2010’ que tem como principais objectivos garantir as condições de segurança das pessoas idosas, promover a acção da GNR e ajudar a prevenir situações de risco.
Na oportunidade, o comandante Capela Barroso alertou a população idosa para a criminalidade, observando situações de burla e dando conselhos práticos sobre os cuidados a adoptar no dia-a-dia.
Depois de explicar aos mais de 30 utentes dos ECL’s como actuam os burlões, o comandante da GNR explicou aos idosos como agir perante os burlões, normalmente homens ou mulheres bem vestidos e bem-falantes que geralmente se apresentam como familiares, amigos de familiares ou funcionários da Segurança Social, CTT, bancários ou médicos.
Trocar dinheiro, porque as notas perderam a validade, é uma das artimanhas utilizadas pelos burlões para enganar os idosos, explicou o comandante, prevenindo ainda para o denominado ‘conto do vigário’.
Muito atentos aos conselhos do comandante da GNR, os utentes dos Espaços de Convívio e Lazer de Moimenta e Eiró partilharam experiências e pediram aos responsáveis para organizar mais vezes este tipo de sessão, que previne contra a criminalidade nas zonas de montanha, onde muitas vezes os mais velhos estão isolados e a necessitar de atenção redobrada.
foto
No final, o comandante Capela Barroso deixou alguns avisos: não confiar em estranhos e não os deixar entrar em casa; não andar com muito dinheiro em casa e nas feiras e evitar o uso de objectos de valor; desconfiar de esquemas que ofereçam dinheiro fácil; e verificar o nome e a fotografia dos funcionários da água, luz, CTT, Segurança Social e bancos.
“Em casa, devem trancar portas e janelas e cultivar relações de boa vizinhança”, alertou o comandante, pedindo às pessoas para, em situações de burla, manter a calma e anotar a matrícula do veículo, marca, modelo e cor, assim como memorizar as características e o número de indivíduos em causa e ligar, imediatamente, para a GNR.
“Todos conhecemos situações que aconteceram aos outros mas não podemos esquecer que também nos pode acontecer a nós”, rematou o comandante da GNR, pedindo aos idosos para “passarem a palavra aos vizinhos”.
Manuel Magusteiro tem 74 anos e vive no lugar de Eiró, freguesia de Riodouro. Ontem assistiu pela primeira vez a uma sessão de sensibilização da GNR e ficou “muito agradado”.
“Acho que é muito bom alertarem as pessoas para as burlas”, disse o septuagenário, assegurando que nunca passou por situações semelhantes. “Vou tomar mais atenção daqui para a frente”, afiançou Manuel Magusteiro.
Rosalina Barroso, 73 anos, também assistiu pela primeira vez a uma sessão de informação da GNR.
“Vou levar em conta todos os conselhos”, afirmou a septuagenária, realçando que é muito “precatada” e que não abre a porta a quem não conhece.
Esta foi mais uma iniciativa integrada na iniciativa ‘Idosos em Segurança 2010’ que estabelece como acções o reforço de policiamento dos locais públicos e a criação de uma rede de contactos directos auxílio à terceira idade.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.