Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 06-12-2010

SECÇÃO: Informação

‘Encontros de Teatro’ muito participados

Cabeceiras de Basto acolheu uma vez mais os ‘Encontros de Teatro’. Uma iniciativa levada a cabo pela Câmara Municipal e pela empresa Emunibasto E.E.M., nos dias 26 e 27 de Novembro e que contou com o apoio da ARCA – Associação Recreativa e Cultural do Arco de Baúlhe e do Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto.
A peça ‘A mãe de Fernando Pessoa’, de autoria de Joaquim Jorge Carvalho, abriu este ‘encontro’ no dia 26 de Novembro, enchendo o Auditório Municipal Ilidio dos Santos.

"A Mãe de Fernando Pessoa" apresentada no Auditório Municipal
"A Mãe de Fernando Pessoa" apresentada no Auditório Municipal
A história decorreu em torno da mãe de Fernando Pessoa, “num período de guerra e miscelânea dos heterónimos representados nas personagens que a rodeiam e numa história que antecede a sua partida para África de Sul. O drama de uma mãe que não gosta de poetas porque anda… a pari-los!”. Uma peça que agregou crianças e jovens, actores e actrizes amadores, que encheram de vida aquele espaço cultural proporcionando ao público presente um agradável serão.
No dia 27 de Novembro, este fim-de-semana dedicado ao teatro encerrou com a apresentação da peça «A visita» na sala de espectáculos da Casa do Povo, no Arco de Baúlhe. Dezenas de pessoas acorreram ao local para assistir a este monólogo levado a cabo pelo conhecido actor Pedro Giestas, que captou a atenção e registou o agrado do público presente.
No final do espectáculo, a interacção estabelecida entre as pessoas e o actor foi muito participada.
De referir que esta peça veio substituir a anteriormente anunciada ‘O Pássaro de Papel’, produção do Centro de Criatividade da Póvoa de Lanhoso, cuja apresentação ficou condicionada por problemas logísticos de útlima hora.
Os ‘Encontros de Teatro’ são por isso, uma iniciativa agendada no Plano de Actividades Municipal, inserida numa estratégia levada a cabo pela autarquia Cabeceirense e pela Emunibasto, no sentido de dinamizar várias componentes culturais, valorizando-as, tais como o teatro, a arte de representar bem do agrado do público concelhio, divulgando em simultâneo os talentos locais e fomentando a arte cénica.
Pedro Giestas levou ao palco " A Visita" em Arco de Baúlhe
Pedro Giestas levou ao palco " A Visita" em Arco de Baúlhe
Por outro lado, o envolvimento das camadas mais jovens neste tipo de acções, dinamiza os espaços públicos e ocupa de forma salutar os tempos livres desta faixa etária da população.
Segundo informação divulgada, esta, como outras actividades promovidas pela Câmara Municipal e pela Emunibasto assentam numa lógica de parceria e descentralização, que têm como principal intuito levar junto das pessoas a residir em diferentes localidades, o contacto com outras formas de expressão artística, contribuindo assim para a valorização cultural das gentes desta terra de Basto

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.