Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 25-10-2010

SECÇÃO: Informação

Agricultores de Cabeceiras de Basto reestruturam vinhas com o apoio da Cabasto

Cooperativa atenta a novos programas de financiamento
Trinta e um agricultores de Cabeceiras de Basto vão integrar o projecto de reconversão das vinhas, fruto de uma candidatura ao Regime de Apoio à Reconversão e Reestruturação das Vinhas apresentada, em parceria, pela Cooperativa de Desenvolvimento Agrícola de Cabeceiras de Basto (Cabasto) e pela Adega Cooperativa de Amarante.

CABASTO apresentou candidatura para reestruturação de vinhas
CABASTO apresentou candidatura para reestruturação de vinhas
No concelho Cabeceirense, o projecto abrange uma área de 41 hectares de plantação de nova vinha.
A iniciativa privilegiará as castas mais representativas da região, o que representa uma aposta na modernização da vitivinicultura e na qualidade da produção do vinho de Basto.
Os produtores agrícolas de Cabeceiras de Basto, concelho marcadamente rural, têm aqui mais uma oportunidade para valorizar o sector, cada vez mais encarado como uma alternativa às indústrias e comércio e fonte de emprego para os jovens da região.
Atenta aos novos programas de desenvolvimento rural, a Cabasto dá assim passos firmes e importantes no apoio aos agricultores seus associados.
Tendo em vista o aumento da produção e o combate à desertificação, o projecto de Apoio à Reconversão e Reestruturação das Vinhas tem como principais objectivos o desenvolvimento da região e o bem-estar das suas populações.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.