Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 25-10-2010

SECÇÃO: Informação

Câmara de Cabeceiras de Basto investe mais de meio milhão de euros em refeições, transportes e material escolar

As refeições e os transportes escolares continuam a ser prioridades do Município de Cabeceiras de Basto no que toca aos apoios à Educação, uma medida que tem merecido elogios por parte dos encarregados de educação.
No total, com a entrega dos kits escolares e do subsídio para a aquisição de livros, a Câmara Municipal investe mais de 500 mil euros no apoio aos agregados familiares.

Refeições saudáveis são diariamente servidas nas cantinas escolares
Refeições saudáveis são diariamente servidas nas cantinas escolares
No que toca às refeições escolares, são 847 as crianças das EB1 e Jardins-de-Infância apoiadas por esta medida inserida no âmbito da Acção Social Escolar.
A autarquia assume, assim, a responsabilidade de oferecer refeições saudáveis, equilibradas e seguras que ajudem a preencher as necessidades nutricionais das crianças. A aposta tem-se manifestado na elaboração de ementas de qualidade.
No que se refere aos transportes, são apoiados 1360 alunos de todos os ciclos de ensino. A preocupação com a segurança e a comodidade das crianças e dos jovens tem também sido uma constante, havendo ainda uma maior preocupação com a redução dos tempos de espera.
Com kits escolares e apoio para a aquisição de livros foram apoiados neste ano lectivo 511alunos do 1.º Ciclo do Ensino Básico, 67 por cento do universo total de alunos, que este período lectivo chega aos 766 estudantes.
Segurança e comodidade no transporte de crianças e jovens
Segurança e comodidade no transporte de crianças e jovens
Augusta Alexandra Gomes, de 34 anos, moradora em Refojos de Basto, está entre os pais que receberam o apoio para os livros e o kit escolar. “Foi bom. É uma boa ajuda especialmente nesta altura de crise e uma iniciativa louvável por parte da nossa autarquia Cabeceirense”, salientou Augusta Gomes, insistindo que o apoio “deve continuar” porque “nos tempos que correm os materiais, além de serem necessários bastantes, têm um custo elevado por isso toda a ajuda que possamos receber é bem-vinda. Estou muito grata ao Município”.
Da mesma opinião é Fernanda Godinho Gomes, residente em Paçô, Refojos de Basto. “A ajuda que recebemos foi uma boa iniciativa e penso que o Município deve continuar com este auxílio e, se possível, com o apoio a todos os livros. Esta iniciativa é de louvar”, destacou.
Virgílio Lobo, morador no lugar de Sobreira, em Refojos de Basto, também foi contemplado com o apoio da autarquia. “Foi óptimo e é uma ajuda muito boa. As despesas são muitas com os livros e quando vem assim um auxílio a gente só tem que agradecer”, referiu Virgílio Lobo incentivando a Câmara de Cabeceiras “a continuar a dar estes apoios às pessoas. Neste momento estamos a atravessar uma crise grande e estas ajudas vêm a calhar”.
O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Eng.º Joaquim Barreto, vê “com muita importância este investimento porque estamos a apoiar famílias e crianças que serão os homens de amanhã”. E garante: “a Câmara vai continuar a apoiar os alunos e as famílias de acordo com os escalões de rendimento” definidos pela Segurança Social.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.