Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 25-10-2010

SECÇÃO: Informação

Câmara avança com ECOPISTA

O executivo Municipal de Cabeceiras de Basto, decidiu aprovar o projecto e prodecer à abertura do concurso público para a execução da Ecopista da linha do Tâmega, no troço pertencente a este concelho.
Uma iniciativa que resulta de um protocolo estabelecido em 2007 com a REFER, tendo em vista a reconversão da antiga linha do comboio do Vale do Tâmega em Ecopista, permitindo a sua utilização para percursos pedestres, de bicicleta ou qualquer outra não motorizada.

Executivo aprovou abertura do Concurso para construção da Ecopista na Linha do Tâmega
Executivo aprovou abertura do Concurso para construção da Ecopista na Linha do Tâmega
Esta Ecopista permitirá à população residente e aos visitantes, um contacto mais próximo com o património natural, nomeadamente, as paisagens verdejantes, as aldeias e o rio Tâmega, assim como com o património arquitectónico e histórico, de que é exemplo a Estação do Arco de Baúlhe, onde actualmente está instalado o Museu de Cabeceiras de Basto. Pode igualmente servir de ponto de partida para outras visitas, como seja ao Mosteiro de S. Miguel de Refojos, ao Centro de Educação Ambiental de Vinha de Mouros, ao Centro Hípico, à Pista de Pesca Desportiva de Cavez, entre outros motivos de interesse.
De referir ainda que no âmbito deste protocolo foi cedida, à Câmara Municipal, a utilização desta plataforma, para adaptação e utilização como Ecopista visando fins turísticos e/ou de lazer, cujo projecto de arranjo urbanístico foi agora aprovado e na sequência do qual o executivo decidiu proceder à abertura do concurso para avançar com a sua construção.
De referir também, que no âmbito do protocolo firmado, com validade de 25 anos, as obras de limpeza, reabilitação, adaptação e conservação são suportadas pela Autarquia Cabeceirense, contribuindo desta forma, para uma melhor conservação de parte da antiga Linha Ferroviária do Tâmega, assim como para o desenvolvimento de projectos lúdicos, sociais e desportivos, dinamizando esta infra-estrutura, à semelhança do que a Câmara já havia feito quando decidiu recuperar e adaptar a antiga estação de caminhos de ferro da vila do Arco de Baúlhe, num equipamento cultural de importante dimensão.
Nesta reunião, o executivo decidiu ainda proceder à abertura do Concurso Público Urgente para a realização de trabalhos complementares no âmbito da Empreitada de Substituição Integral das Instalações da Escola Básica de Cabeceiras de Basto. Foram igualmente deliberadas as aberturas de outros concursos públicos como são, o Concurso Público para a aquisição de equipamentos de Pavimentação em Betuminoso; o Concurso Limitado por prévia qualificação para a empreitada da Grande Remodelação do Centro Escolar de Refojos II; o Concurso para a Execução da Estrada de Ligação da Cachada (EN205 a Vinha de Mouros), via que contribuirá para melhorar as condições de acesso a vários equipamentos e serviços, criando simultaneamente novas bolsas de expansão e desenvolvimento.
Na reunião foi ainda decidida a expropriação de uma parcela de terreno tendo em vista viabilizar a execução da Variante Sul (Barbeito – Avenida Capitães de Abril), numa zona central desta vila Cabeceirense.
Ainda no decurso desta reunião, o executivo municipal decidiu aprovar, por unanimidade, um voto de saudação e de reconhecimento público pela acção dos Bombeiros Voluntários Cabeceirenses no verão de 2010, no âmbito das intervenções efectuadas de combate aos incêndios florestais e de protecção Civil.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.