Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 04-10-2010

SECÇÃO: Informação

Vinte painéis evocam Centenário da República até Dezembro

Vinte painéis com informações e fotografias alusivas à Implantação da República dão corpo à exposição ‘5 de Outubro de 1910’ que pode ser visitada na Sala de Exposições da Casa da Cultura de Cabeceiras de Basto até ao próximo dia 3 de Dezembro.

A técnica, Drª Maria José Alves apresenta a exposição ao Presidente da Câmara e convidados
A técnica, Drª Maria José Alves apresenta a exposição ao Presidente da Câmara e convidados
Trata-se de mais uma iniciativa do Município Cabeceirense integrada no âmbito das Comemorações do Centenário da República.
De referir, ainda, que a população está convidada a visitar a exposição ‘5 de Outubro de 1910’ na Casa da Cultura, uma mostra cedida pela Fundação Mário Soares.
Completa a exposição um Busto da República Portuguesa criado por Simões de Almeida que se inspirou na imagem da Revolução Francesa de Lacroix. O gorro vermelho associado à liberdade e o louro associado à vitória e à abundância são elementos que encerram os valores associados à República.
Durante a inauguração da exposição, que decorreu no dia 2 de Outubro, o Presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Eng.º Joaquim Barreto, falou da “inspiração que a República nos pode dar para os dias de hoje” e deu os parabéns ao pelouro da Cultura pela organização da mostra intitulada ‘5 de Outubro de 1910’.
Abertura da Exposição "5 de Outubro"
Abertura da Exposição "5 de Outubro"
Trata-se de uma “exposição muito agradável, muito clara e objectiva” cujo melhor fruto será o “envolvimento da população”.
Na ocasião, o autarca Joaquim Barreto lançou dois desafios: digitalizar a exposição para que possa chegar a toda a população e promover uma acção de formação dirigida a técnicos e membros do município de Cabeceiras de Basto, uma iniciativa que deverá também ser aberta ao público, em geral.
De acordo com o Vereador da Cultura, Dr. Domingos Machado, a exposição proveniente da Fundação Mário Soares “faz de uma maneira muito incisiva, muito sintética mas também muito eloquente aquilo que foram os dias prévios à instauração da República e os dias posteriores. É uma óptima forma de iniciarmos esta iniciativa porque as pessoas têm tendência a esquecer os momentos marcantes”.
Na oportunidade, o Vereador da Cultura convidou, assim, toda a população a visitar a exposição.









© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.