Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 04-10-2010

SECÇÃO: Informação

Cabeceiras de Basto comemora Centenário da República

O Município de Cabeceiras de Basto apresenta de 1 a 8 de Outubro, um conjunto de iniciativas que visam assinalar o centenário da República neste concelho.

A Monarquia e a República foi tema de debate
A Monarquia e a República foi tema de debate
Trata-se de uma organização da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, da empresa Emunibasto e do Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, levada a cabo com o apoio do Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto e das associações ADIB – Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto e Roladores de Basto.
O programa propriamente dito, começou no dia 1 de Outubro, com a plantação de árvores nos estabelecimentos de ensino. Uma organização do Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto, que promoveu igualmente um debate na Escola Básica do Arco de Baúlhe e no Auditório Municipal Ilidio dos Santos, intitulado “A Monarquia e a República”, com a presença dos Oradores Luís Manuel Mateus (Associação Cívica República e Laicidade) e Rui Gomes Araújo (Secretário Geral da Causa Monárquica).
Corrida da República em ciclismo
Corrida da República em ciclismo
No dia 2 de Outubro, o programa prosseguiu com a abertura da exposição «5 de Outubro de 1910». Uma mostra da Fundação Mário Soares, presente ao público, na Casa Municipal da Cultura.
À noite, a Banda da Região Militar do Norte, subiu ao palco do Salão Multiusos do Mercado Municipal para interpretar várias peças, algumas das quais alusivas aos ideais da República
No dia 3 de Outubro, provas de atletismo e de ciclismo marcaram a jornada com a “Corrida da República”, a percorrer as ruas do centro desta vila cabeceirense, apesar do mau tempo que se fez sentir. Esta iniciativa desportiva esteve a cargo da ADIB e da Ass. de Roladores de Basto.
Vários atletas compareceram à prova
Vários atletas compareceram à prova

‘Assim sonhamos a nossa história’ presente aos Cabeceirenses no dia 4 de Outubro

No dia 4 de Outubro, um programa essencialmente dirigido aos alunos das escolas, decorreu durante a tarde no Parque do Mosteiro, com a recriação de jogos tradicionais da época. O programa prossegue à noite, mais precisamente pelas 21h30m, com a peça de teatro a apresetar no Pavilhão Desportivo de Refojos, titulada “Assim Sonhamos a nossa História”. Esta acção, organizada pelo Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, aborda a passagem da Monarquia à República, em Cabeceiras de Basto. Trata-se de um espectáculo que revisita a história de Cabeceiras de Basto, focalizando como principal acontecimento a tentativa de levantamento monárquico em 1912 pelo Padre Domingos.
Os atletas mais pequenos
Os atletas mais pequenos
A encenação teatral pretende criar uma celebração épica romanceando os acontecimentos, teatralizando acções e passagens históricas. ‘Não se trata de recontar a história de forma didáctica mas sim, de utilizar os acontecimentos registados e que estão gravados na história local, para com eles criar um espectáculo épico onde o principal protagonista seja o povo, a sua vontade de liberdade, a sua luta por um tempo novo, a sua esperança de futuro’.
Trata-se por isso, de uma criação inédita que agrega associações culturais, actores amadores, ranchos e grupos de dança, mas também a Banda de Música e Fanfarra, entre outras associações e agrupamentos que aderiram a esta celebração teatral colectiva, que contará com mais de duzentos participantes.
O texto é criado pelo dramaturgo e encenador Moncho Rodriguez que assume ao mesmo tempo a direcção geral do espectáculo.
Cabeceiras de Basto assinala 5 de Outubro

Recriação de jogos tradicionais no Parque do Mosteiro
Recriação de jogos tradicionais no Parque do Mosteiro
No dia 5 de Outubro, pelas 10h30m e à semelhança do que acontecerá um pouco por todo o território nacional, está prevista uma cerimónia evocativa nos Paços do Concelho, que inside no Hastear da Bandeira Nacional ao toque do Hino Nacional, pela Banda Cabeceirense. As comemorações prosseguem pelas 15h00m com a actuação da Banda Juvenil Cabeceirense e pelas 16h00m, no Auditório Municipal Ilídio dos Santos, é apresentado o livro: “Cabeceiras de Basto: do fim da Monarquia ao 28 de Maio de 1926”. Uma publicação de autoria do jovem Cabeceirense Norberto Tiago Ferraz, que resulta de um trabalho de investigação que desenvolveu no âmbito do estágio profissional realizado na Câmara e na Empresa Municipal.
No dia 8 de Outubro, o programa encerra com a realização de uma conferência intitulada “Os ideais da República”. Esta iniciativa que terá lugar pelas 21h30, no Auditório Municipal Ilidio dos Santos, tem como orador convidado o Dr. António Arnaut.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.