Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 31-05-2010

SECÇÃO: Informação

Dia de Portugal assinalado com caminhada em Mondim de Basto

A Junta de Freguesia de Mondim de Basto promove a sua 5ª Caminhada do Dia de Portugal no próximo dia 10 de Junho, tendo como objectivo dar a conhecer e desfrutar das belezas naturais do concelho. Estão previstas passagens por locais apenas acessíveis a pé, o que contribuirá para a divulgação das riquezas naturais, agrícolas e do património rural locais. Esta iniciativa, que será igualmente um contributo para a saúde dos participantes, tem também como objectivo divulgar estes percursos para que passem a ser utilizados com mais frequência no futuro a fim de proporcionar circuitos a pé, de bicicleta ou de veículos todo-o-terreno.

Oito quilómetros de caminho

A concentração está marcada para as nove horas da manhã na Junta de Freguesia (Av. Dr. Augusto Brito), com partida para o lugar de Pardelhas, local aonde será realizada a caminhada que terá um percurso com cerca de 8km circular. O percurso será feito no vale profundo de Pardelhas protegido dos ventos da Serra e onde o sol apenas consegue penetrar por alguns instantes durante o dia. Pardelhas é uma das pérolas da Serra do Alvão que se enquadra num cenário natural de rara beleza. Ao longo dos anos pouco ou nada mudou neste lugar. No entanto, a paisagem e os campos agrícolas continuam a ser encantadores e convidativos para um passeio a pé pelos estreitos caminhos por entre espigueiros e casas com telhados de lousa, suas calçadas e levadas que levam a conhecer outro património de grande importância, as Silhas. Trata-se de estruturas em pedra com forma circular, cujo interior mantinha os cortiços das abelhas protegidos do alcance dos ursos. Estão localizados a meia encosta, junto a linhas de águas e aonde dominam vastas extensões de vegetação composta por urzes, carquejas, giesta entre outras. A actividade de apicultura esta documentada em Mondim de Basto desde a Idade Média. O declínio desta actividade, ditou o abandono destas estruturas (Silhas), que teve em tempos um grande peso sócio.económico nas comunidades de montanha.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.