Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 10-05-2010

SECÇÃO: Informação

Cabeceiras de Basto divulga potencialidades em França

Uma delegação Cabeceirense constituida por três pessoas, partiu no dia 29 de Abril, em direcção a França, para participar na Feira do 1º de Maio, a ter lugar naquela vila de Neuville-Sûr-Saône. Uma iniciativa levada a cabo no âmbito da geminação estabelecida com aquela localidade francesa, há mais de uma década, marcando de novo presença num os mais importantes certames realizados naquele município irmanado com Cabeceiras de Basto.
Esta iniciativa serviu também de mote para a promoção das potencialidades sócio-culturais e económicas desta região de Basto revelando-se igualmente como ponto de encontro entre culturas. Mel, broa, vinho, azeite, fumeiro, artesanato em linho, lã e madeira, entre outros produtos, estiveram em exposição e comercialização. Uma mostra do património cultural e das potencialidades económicas foi também apresentada num stand que o Município de Neuville-Sûr-Saône reservou para o efeito.
De acordo com um programa previamente definido, a delegação Cabeceirense, foi recebida no dia 30 de Abril pelo presidente da autarquia, Jean-Claude Ollivier, bem como pela sua equipa, conjuntamente com a delegação de Alpirsbach, da Alemanha, localidade que se encontra igualmente geminada com aquela localidade de França. Um jantar convívio que serve também para dar as boas-vindas às duas delegações.
No 1º de Maio, esta tradicional feira, começou cedo e como vem sendo hábito, rapidamente se transformou num ponto de encontro, de partilha e de confraternização entre portugueses, franceses e alemães, fazendo jus ao espírito de geminação subjacente a estas localidades. O stand foi visitado por muitos emigrantes portugueses que se encontram a residir não só em Neuville-Sur-Saône, como também nos municípios limítrofes, que anualmente aproveitam esta data para contactar com as suas raízes, seja saboreando os produtos apresentados, seja entoando canções ao toque das concertinas que de forma expontânea aparecem no local para animar o stand, despertando a curiosidade dos franceses e “matando saudades” aos portugueses.
Um encontro anual que ao longo da última década tem vindo a consolidar laços de amizade entre estes dois povos que são também cidadãos residentes no espaço europeu que se pretende cada vez mais coeso e solidário.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.