Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 08-03-2010

SECÇÃO: Concelho em acção

Alameda Camilo Castelo Branco mais desafogada disponibiliza mais de 170 lugares de estacionamento

foto
A Alameda Camilo Castelo Branco, na vila de Cabeceiras de Basto, é o arruamento de acesso à Central de Camionagem, à Piscina Coberta, ao Pavilhão Gimnodesportivo e ao Centro Escolar Padre Dr. Joaquim Santos. Desde o passado mês de Setembro serve também de acesso à EB 2,3 – agora designada Escola Básica de Cabeceiras de Basto – e assim vai continuar a ser, até ao final das obras de substituição das antigas instalações desta Escola, cuja entrada principal se situava e se situará no futuro no Campo do Seco.
Esta realidade, a que se juntou a entrada em funcionamento do novo Centro Escolar, provocou um aumento exponencial do tráfego automóvel e do trânsito de peões naquela artéria.
foto
Surgiram por isso alguns conflitos, com circulação de veículos nos espaços destinados aos autocarros, com trânsito de peões desordenado e com estacionamentos indevidos. Perante tal quadro a autarquia resolveu intervir e proceder a algumas alterações no sentido de melhorar a fluidez e a segurança rodoviária.
Das intervenções levadas a efeito destacam-se: a criação de uma paragem para autocarros de transporte escolar junto ao Pavilhão; o reordenamento do trânsito no interior da Central de Camionagem proibindo definitivamente o acesso de viaturas particulares àquele espaço; a abertura de uma via de acesso à entrada da Piscina Municipal com a criação de mais onze lugares de estacionamento; o alargamento da entrada da Alameda a partir da Rua Fonte de S. João para aumentar o ângulo de viragem e facilitar a circulação, especialmente dos autocarros; o encerramento duma entrada nesta artéria, a partir da Avenida 29 de Setembro, e a abertura de uma outra em local mais adequado e com dimensões suficientes que facilitam o trânsito dos automóveis ligeiros e pesados; a criação de mais de duas dezenas de lugares de estacionamento para além dos já falados anteriormente; o ajardinamento de espaços reafectados; a construção de uma passagem pedonal de acesso desde a Avenida 29 de Setembro, entre outras.
foto
Neste momento falta só pavimentar algumas zonas intervencionadas, colocar alguma sinalização vertical e pintar novas passagens para peões.
Com toda esta intervenção a Alameda tem hoje disponíveis mais de cento e setenta lugares de estacionamento e apresenta melhores condições de circulação para autocarros, automóveis ligeiros e para os peões.
Criadas estas condições só resta esperar que o civismo e o respeito das regras de trânsito, por parte de condutores e peões, contribuam para a fluidez e segurança rodoviária.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.