Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 25-01-2010

SECÇÃO: Destaque

Cavaquinhos da Raposeira vencem XIV Concurso de Janeiras de Cabeceiras de Basto

A Associação «Cavaquinhos da Raposeira», venceu pelo segundo ano consecutivo o Concurso/Encontro de Cantares das Janeiras de Cabeceiras de Basto.

Os Cavaquinhos da Raposeira interpretaram um tema original e venceram o concurso
Os Cavaquinhos da Raposeira interpretaram um tema original e venceram o concurso
Uma iniciativa que teve lugar no dia 24 de Janeiro no Pavilhão Gimnodesportivo desta vila Cabeceirense e que reuniu cerca de dois milhares de pessoas que ali se deslocaram, para assistir ao Concurso/Encontro de Cantadores de Janeiras do concelho. Este evento de cariz popular, que vai na 14ª edição, atraiu associações e colectividades locais, que apresentaram as suas músicas, os seus trajes e os seus temas, numa verdadeira recriação dos usos e costumes de outrora. Pelo palco passaram 700 cantadores e tocadores que deram corpo a trinta e dois grupos participantes, sendo que dezassete se inscreveram no concurso e quinze quiseram apenas dar a sua colaboração não competitiva. A Associação Recreativa e Cultural de Moimenta; a Asociação do Grupo Folclórico de S. Nicolau de Cabeceiras de Basto; a Junta de Freguesia de Outeiro; a Associação Janelas Abertas; a Fábrica da Igreja de S. Martinho de Arco de Baúlhe; o Grupo Desportivo de Cavez; a ADIB; A Fundação A J Gomes da Cunha; a ARCA; a Akribeia – associação para o desenvolvimento; a Associação dos Amigos de Basto; a Associação Desportiva e Cultural S. João Baptista de Bucos; a Associação de Cavaquinhos da Raposeira; a Associação Desportiva e Cultural de Outeiro; a 1ª Companhia de Cabeceiras de Basto da Associação Guias de Portugal; a Associação Basto em Acção; a Fábrica da Igreja de Abadim apresentaram-se a concurso, enquanto que, o Centro Social e Paroquial de Abadim; a Junta de Feguesia de Aco de Baúlhe; a Associação Recreativa, Cultural e Desportiva de Riodouro; a Junta de Freguesia de Pedraça; a Montanha – Associação Recreativa e Cultural de Riodouro; a Arborada – Associação Recreativa e Cultural os Bombos da Orada; o Grupo Desportivo do Samão; a Associação Recreativa, Desportiva, Cultural e Social «Os amigos da Faia»; a Junta de Freguesia da Faia; a Associação os Ceifeiros de Sto André; a Fábrica da Igreja e Paróquia da Faia; a Associação Cultural e Recreativa D. Nuno Álvares de Pedraça; a Banda Cabeceirense; a Associação Desportiva, Recreativa e Cultural Águias de Painzela e a Junta de Freguesia de Painzela, marcaram presença no encontro.
A Associação Basto em Acção foi o segundo classificado
A Associação Basto em Acção foi o segundo classificado
Os participantes representaram, por isso, colectividades desportivas, culturais, religiosas, recreativas, educativas, bem como vários, centros cívicos de cariz sócio-cultural, criados em várias freguesias com o objectivo de combater a solidão nas camadas mais idosas do concelho, dinamizar actividades sócio-culturais e recreativas, bem como ocupar os tempos livres das diferentes faixas etárias da população e cuja presença neste décimo quarto encontro de Cantadores de Janeiras animou e entusiasmou a plateia, pela vitalidade e alegria com que sempre participam.

Tradição antiga nas terras de Basto

O Grupo de Jovens do Arco alcançou o 3º lugar
O Grupo de Jovens do Arco alcançou o 3º lugar
O vencedor do décimo quarto Concurso de Cantares de Janeiras – o Grupo de Cavaquinhos da Raposeira - arrecadou um prémio no valor de 300 euros. Classificou-se em segundo lugar o Grupo de Cantares da Associação Basto em Acção, a quem foi atribuído um prémio no valor de 250 euros e em terceiro lugar, o Grupo de Jovens do Arco de Baúlhe, alcançando um prémio monetário no valor de 200 euros. Todos os outros grupos receberam um prémio de participação no valor de 100 Euros.
Na ocasião, o Presidente da Autarquia, Engº Joaquim Barreto, agradeceu a presença de todos e enalteceu o dinamismo associativo registado no concelho, bem como a qualidade das prestações apresentadas em público. A recolha e o incentivo à recriação das melhores e mais genuínas tradições e costumes de Basto estimulam também, a defesa do património cultural, etnográfico e musical existente na região. Este evento, organizado pela EMUNIBASTO, com o apoio da Câmara Municipal, aviva assim, uma antiga tradição muito enraizada e acarinhada nas Terras de Basto.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.