Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 12-10-2009

SECÇÃO: Destaque

Para a Câmara Municipal
PARTIDO SOCIALISTA GANHA EM TODAS AS FREGUESIAS

Joaquim Barreto viu reforçada a votação para a Câmara Municipal, mantendo os cinco vereadores (68,5%) contra dois da coligação PSD/CDS (25,4%). O Partido Socialista ganhou a junta de Passos à coligação PSD/CDS, ficando agora com catorze juntas de freguesia, enquanto que o PSD/CDS fica com três que já detinha anteriormente (Gondiães, Basto e Alvite). Na Assembleia Municipal o PS terá 15 membros (65,2%) e a coligação 6 (27,5%), não tendo a CDU conseguido eleger qualquer representante. José Manuel Marques foi membro da Assembleia Municipal Cabeceirense, eleito pela CDU em 2005, mas não fez parte das listas daquela coligação nesta eleição.

foto
Decorreram ontem, dia 11 de Outubro, em todo o país, as eleições que determinaram a escolha dos autarcas para o período 2009-2013. Em Cabeceiras de Basto a votação decorreu, na generalidade, dentro da normalidade. Registou-se apenas na vila do Arco de Baúlhe alguma confusão, com a presença indevida de candidatos e representantes da lista do PSD/CDS no interior da exígua assembleia de voto onde funcionavam duas secções. Este problema viria a ser resolvido durante a tarde, através da intervenção de representantes do PS junto dos dois presidentes de mesa.
Nas Freguesias de Basto e Alvite a vitória da coligação para as juntas não teve a mesma correspondência na votação para a Câmara Municipal na qual saiu vencedora a lista liderada por Joaquim Barreto. Também, em Gondiães, Domingos Alves teve a vitória esperada para a Junta enquanto que para a Câmara e Assembleia Municipais venceu o Partido Socialista.
A expressiva votação no PS que torna a vitória socialista Cabeceirense, no distrito de Braga, percentualmente a mais elevada, não deixa dúvidas de que o eleitorado tem vindo a reconhecer, acto eleitoral após acto eleitoral, o trabalho realizado pelos autarcas socialistas na promoção do desenvol-vimento do concelho e que desejam a continuidade desse trabalho para os próximos quatro anos.
foto

NO DISTRITO DE BRAGA

No distrito de Braga, de realçar a vitória do PS no concelho de Barcelos ao fim de 35 anos de hegemonia do PSD. O concelho de Vieira do Minho depois de ter sido gerido nos últimos quatro anos pelo Padre Albino Carneiro da coligação do PSD/CDS, foi reconquistado por Jorge Dantas do PS. Outra Câmara conquistada pelo PS ao PSD foi a de Terras de Bouro. Braga, Guimarães, Fafe, Vizela e Cabeceiras de Basto mantêm a maioria absoluta socialista. Vila Verde, Vila Nova de Famalicão, Póvoa de Lanhoso, Esposende e Celorico de Basto mantêm-se laranja.

NO PAÍS

O Partido Socialista recupera e ganha cidades simbólicas como Beja, Leiria e Figueira da Foz. António Costa consegue maioria absoluta em Lisboa e Rui Rio mantém maioria absoluta no Porto. Isaltino Morais mantém-se à frente de Oeiras e Valentim Loureiro perde maioria absoluta em Gondomar. Fátima Felgueiras e Avelino Torres, nos concelhos de Felgueiras e Marco de Canaveses respectivamente, perdem. O Partido Socialista foi o mais votado e conseguiu 132 presidências contra 110 conseguidas em 2005. O PSD coligado com o CDS conseguiu 139 presidências contra 157 em 2005. O CDS mantém a Câmara de Ponte de Lima, o BE a Câmara de Salvaterra de Magos e a CDU assegurou a presidência de 28 contra 32 câmaras conseguidas em 2005.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.