Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 21-09-2009

SECÇÃO: Informação

Passeio concelhio leva Cabeceirenses à Malafaia

À semelhança dos anos anteriores, a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, com o apoio das empresas municipais Emunibasto e Basto Solidário, bem como, de algumas Juntas de Freguesia, promoveu no dia 12 de Setembro, o convívio anual concelhio.

foto
Uma jornada dirigida à população Cabeceirense que anualmente tem como objectivo proporcionar aos habitantes, momentos de convívio e de lazer.
Um programa que este ano se dividiu em duas partes, tendo a primeira como destino o Santuário de Fátima e a segunda a Quinta da Malafaia, em Esposende, proporcionando desta forma a possibilidade de escolha em função da vontade e da disponibilidade dos participantes.
Pela manhã, o primeiro grupo, constituido por, um milhar e meio de peregrinos, maioritariamente seniores, desloca-se em direcção ao Santuário de Fátima, onde, pelas 11h00m, assistiram à Eucarístia celebrada na Igreja da Santíssima Trindade.
foto
O segundo grupo, direccionado essencialmente para os jovens e adultos, partiu ao fim da tarde em direcção a Esposende, onde cerca de meio milhar de pessoas participaram no popular arraial minhoto, onde não faltou a componente gastronómica e um programa de animação diversificado, com espectáculos de folclore, gigantones, teatro de revista, cantares ao desafio, entre outras actividades lúdicas e recreativas, pensadas para proporcionar momentos de grande animação e de convívio entre todos os presentes.
Segundo informação divulgada, ao promover este tipo de eventos, a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, procura envolver a comunidade e contribuir para o desenvolimento harmonioso, integrado e solidário do concelho, onde a prioridade é o bem estar das pessoas que residem nestas terras. De referir que, no caso dos mais idosos, esta é uma forma de combater o isolamento e a exclusão a que por vezes se encontram votados, servindo igualmente, para reencontrar amigos e por a conversa em dia. No caso dos mais jovens e adultos em idade activa, é uma forma de proporcionar momentos de confraternização e animação, ocupando de forma salutar os tempos livres desta faixa etária da população concelhia.
Uma iniciativa que contou, como vem sucedendo nos anos anteriores, com o apoio da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Cabeceirenses e das Juntas de Freguesia deste concelho.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.