Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 21-09-2009

SECÇÃO: Informação

Requalificação urbanística do Carvalhal no Arco de Baúlhe

Prosseguem as obras de requalificação urbanística do Carvalhal, no Arco de Baúlhe.
Trata-se de uma importante zona daquela vila arcoense, onde na década de 70 foram instalados pré-fabricados para acolher várias famílias portuguesas desalojadas do ultramar.

As obras prosseguem no Carvalhal
As obras prosseguem no Carvalhal
Recorde-se que uma vez realojadas nos blocos de habitação social, em 2006, a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto procedeu de imediato à demolição dos pré-fabricados que se encontravam em adiantado estado de degradação, tendo em vista dar àquele espaço um novo uso, mais aprazível e desta forma, viabilizando o arranjo urbanístico do Carvalhal.
As obras em curso, são muito importantes para o Arco de Baúlhe, já que prevêm naquela zona central, a construção de uma plataforma para a realização de jogos tradicionais como a malha, um parque infantil para as crianças, um parque geriátrico apetrechado com aparelhos diversos próprios para a actividade física, um parque de merendas, parques de estacionamento com capacidade para duas dezenas e meia de viaturas, bem como outros espaços verdes de lazer e de estar.
Trata-se por isso, de um espaço devoluto localizado naquela vila arcoense, na proximidade do Jardim de Infância do Carvalhal e do Espaço de Convívio e de Lazer do Arco de Baúlhe, que está a ser requalificado e transformado num espaço público aprazível apresentando soluções para a fruição saudável por parte da população, seja dos mais jovens aos mais idosos, com lugares de estacionamento no centro daquela vila arcoense.
Esta iniciativa da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, que desde a primeira hora foi apoiada pela Junta de Freguesia de Arco de Baúlhe está inserida, na estratégia adoptada de intervir nos espaços públicos, requalificando-os, valorizando-os e colocando-os ao dispor dos cidadãos e desta forma contribuindo para a ocupação salutar dos seus tempos livres. Perocupação esta, que é também partilhada pelo Presidente da Junta local, Armando Duro, que ao longo da sua actividade autárquica tem colaborado com a Câmara Municipal e tem sido incansável em encontrar soluções conducentes ao desenvolvimento daquela vila arcoense, seja na criação de espaços de convívio e de lazer destinados às pessoas, seja na construção de equipamentos culturais, desportivos, recreativos, seja na dinamização de espaços de acesso às novas tecnologias da informação, seja na recuperçaão do património existente, seja na construção e beneficiação de vias de acesso àquela importante vila, criando bolsas de desenvolvimento e de maior mobilidade para pessoas e viaturas, numa freguesia com vários estrangulamentos, que passo a passo vão sendo resolvidos e vão contruindo para a valorização e o crescimento da freguesia.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.