Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 31-08-2009

SECÇÃO: Informação

Autarquia entrega apoios a associações

O Presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Engº Joaquim Barreto, procedeu no passado dia 21 de Agosto, à entrega de apoios monetários a várias associações e colectividades locais. Apoios estes, quantificados em 71.125,00 euros, que foram entregues a associações de natureza diversa, respectivamente, Motard’s de Basto; Grupo Desportivo de Cavez; ARDCA – Associação Recreativa, Desportiva e Cultural de Abadim; Rancho Folclórico de S. Nicolau; Atlético Cabeceirense; Roladores de Basto; C. de Trabalhadores da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto; Guias de Portugal – 1ª Companhia de Cabeceiras de Basto; Associação de Judo de Basto; Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários Cabeceirenses; Movimento Teresiano e Associação Santiago da Faia.

Dirigentes associativos estiveram no Salão Nobre para receber os apoios antes atribuídos
Dirigentes associativos estiveram no Salão Nobre para receber os apoios antes atribuídos
Na oportunidade, o edil Cabeceirense, que se fez acompanhar pela vereadora da Educação, Cultura, Desporto e Tempos Livres, Profª Stela Monteiro e pelo chefe de divisão Dr. Manuel Oliveira, nesta singela cerimónia que decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho, disse tratar-se da ajuda possível, que espera, contribua para satisfazer as pretensões para o ano em curso das associações ora apoiadas tendo em vista a execução dos respectivos Planos de Actividades. Lembrou ainda, que apesar de nem todas as associações concordarem com os critérios definidos, a Autarquia tem procurado ajustar os critérios às actividades que desenvolvem, apoiando aquelas que têm vindo a realizar várias iniciativas, seja de cariz social, cultural, desportivo, entre outras.
O autarca disse também, que em função do trabalho que as associações dinamizam quotidianamente em prol do desenvolvimento deste concelho, contribuindo directa ou indirectamente para o bem estar da população, assim a Autarquia tem vindo a atribuir apoios seja para iniciativas imateriais, seja para a realização de obras e para a consequente melhoria das infra-estruturas/equipamentos de que dispõem.
O Presidente da Câmara, que considera as associações como “molas impulsionadoras de desenvolvimento”, terminou realçando a importância do associativismo e do voluntariado nas actividades que levam a cabo, lembrando que a Autarquia Cabeceirense está atenta e que é com base no trabalho que as associações desenvolvem, que faz a sua avaliação e que procura distribuir de forma justa os diversos apoios a conceder.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.