Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 10-08-2009

SECÇÃO: Desporto

Feliciano Alves no Santa Clara

foto
O Avançado, Feliciano César Vaz Alves, de 27 anos, natural da freguesia de Alvite, cabeceiras de Basto, transferiu-se no passado dia 5 de Agosto, do Vizela para o Santa Clara dos Açores, indo a custo zero, pois inicialmente o Vizela queria uma verba pelo meu passe, mas acabou por abdicar dessa mesma verba. O jovem que desde pequeno mantêm a paixão pelo futebol, tendo já levado o nome de Cabeceiras, pelos clubes onde tem passado.
Feliciano, tem vindo de ano para ano, a mostrar as suas qualidades e empenho, o que lhe tem permitido, ser desejado por clubes de maior qualidade futebolística, assim depois, de ter iniciado, como sénior no Atlético em 2003/04, passando logo no ano seguinte, para o Maria da Fonte, onde se manteve duas épocas. Em 2006/07 e 2007/08 iniciou-se na Divisão de Honra Nacional, ao serviço do Gondomar, seguindo-se em 2008/09, o Vizela e terminando para já no Santa Clara, onde vai jogar esta época, tendo como objectivo a subida à I Liga Nacional. Assim por este propósito que resolvemos publicar esta entrevista nesta edição.

Ecos de Basto - Como surgiu a ida para o Santa Clara?
foto
Feliciano Alves - A vinda para o Santa Clara dos Açores, já vem de há duas épocas atrás, quando me ligaram e eu recusei, porque as condições não eram as melhores, para mim, tendo aceitado agora, pois ofereceram-me condições mais aceitáveis.
E. B. - Quais as tuas expectativas para esta época? E da equipa?    
F. A. - Como o Santa Clara na época passada ficou em 3º lugar da 2º Liga, as expectativas, naturalmente, que este ano é a subida à 1º Liga. Quanto às minhas expectativas é ajudar o clube a conseguir esse objectivo, tentando fazer uma boa época, se possível melhor que a do ano passado.
E. B. - Achas que neste clube terás de ter mais responsabilidades, devido a que o Santa Clara na época passada esteve a um passo da 1º Liga?   
foto
F. A. - Um profissional de futebol, tem que ter as mesmas responsabilidades, seja qual for o clube que representa, mas atendendo à classificação da época passada é natural que haja muito mais exigências e mais pressão sobre os jogadores, para que esse objectivo seja concretizado.
E. B. - Tivestes outros convites para ingressar noutros clubes? Quais? Porquê o Santa Clara?   
F. A. - Tive muitos convites para sair, mesmo de 1ª divisão, nomeadamente, o Varzim, a Oliveirense e o Setúbal, mas as propostas que me foram feitas não foram as desejadas, e foi então que surgiu o Santa Clara na qual me fez uma proposta, que eu acho que foi a melhor para mim e para o meu futuro.
E. B. - Neste clube terás mais visibilidade, para poderes engessar noutros clube de maior calibre?  
F. A. - A visibilidade neste clube é sempre grande porque é um clube com nome e um clube histórico, e para além disso o Santa Clara é uma equipa de 1º Divisão.
E. B. – Qual o objectivo para o teu futuro? Sonhas ainda representar um clube na 1º Liga? Qual o clube que gostarias ainda de representar?
F. A. - O meu objectivo é subir de divisão claramente, qualquer jogador gostava de jogar na 1º divisão, mas muitas vezes as propostas, que surgem, não são as melhores, daí muitos jogadores optem não querer jogar na 1ª divisão, que foi o meu caso. Eu gostava, como sportinguista, jogar no Sporting.
E. B. - Achas que irás ter mais dificuldades em ter o teu espaço no onze inicial nesta equipa, visto o número de atletas para a mesma posição? A luta será renhida e saudável?
F. A. - É assim, vou ter as minhas dificuldades, como tive nos outros clubes onde passei, só tenho é que trabalhar bem para depois o treinador decidir, se me coloca ou não, no onze.
E. B. - Esperas jogar mais jogos nesta época, do que jogastes no Vizela?
F. A. - Eu espero é fazer uma boa época, tentando fazer o maior número de jogos possível, mostrando à massa associativa do clube, que mereço aqui estar.
E. B. - Tens alguma meta a atingir nesta época?
F. A. - A minha meta a atingir este ano, é fazer uma época superior à do ano passado.


Fotos retiradas da internet

Por: Manuel Magalhães

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.