Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 10-08-2009

SECÇÃO: Informação

Formação em «Técnico Comercial» e «Técnicas de Animação Turística» mobiliza dezenas de jovens

Quarenta jovens com idade compreendidas entre os 15 e os 23 anos de idade, frequentam desde 19 de Julho, os cursos de formação profissional nas áreas de «técnico comercial» e «técnicas de animação e animação turística», promovidos pelo Centro de Formação Profissional de Chaves em parceria com a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, a empresa Emunibasto e o Centro de Emprego de Basto.
Duas formações que decorrem na Escola Tecnológica de Lameiros, deste concelho e que têm uma duração prevista de dois anos e meio, que uma vez concluídas vão conferir aos formandos que a frequentam doravante, a equivalência ao 12º ano de escolaridade.

foto
Qualificar e certificar a população deste concelho é um dos principais objectivos destas acções de formação, que visam dotar os recursos humanos de mais conhecimentos, certificando-os e proporcionando-lhes uma nova oportunidade de valorização académica e consequentemente, facilitar a sua inserção no mercado de trabalho, disse na ocasião o Director do Centro de Emprego de Basto, Dr. Joaquim Oliveira, para quem este tipo de acções de formação são muito importantes, já que vão de encontro às necessidade reais dos diferentes sectores de actividade, neste caso o terciário, cada vez mais desenvolvido. Apelou ainda à necessidade de aproveitar bem esta oportunidade. O saber fazer e o saber estar são cada vez mais valorizados e por isso, há que ter vontade, empenho e interesse na frequência dos mesmos.
A representante do Centro de Formação de Chaves, reiterou o agradecimento feito à Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto e à Emunibasto, por parte do Director do Centro de Emprego de Basto, pela colaboração que tem prestado na promoção destas acções de formação que considerou de excelência e de rigor e que, por isso, exigem esforço e aproveitamento.

Qualificar os recursos humanos

A encerrar esta breve cerimónia, onde estiveram também presentes, a vereadora do pelouro, Profª Stela Monteiro, formadores, técnicos responsáveis pelo sector da formação, alguns pais e formandos, o Presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Eng.º Joaquim Barreto, disse tratar-se de uma oportunidade que deve ser aproveitada, numa lógica de longo prazo, já que a aposta na valorização permite abrir portas para um futuro melhor. A necessidade de recursos humanos qualificados é cada vez mais uma exigência da sociedade actual e só esta aposta na valorização contribuirá certamente para alcançar autonomia e melhor qualidade de vida e bem-estar.
O Presidente da Câmara considerou ainda, que estas duas formações que começaram, nomeadamente, técnico comercial e técnicas de animação e animação turística, são áreas de futuro, uma vez que os hábitos sociais das pessoas estão em permantente mutação e o turismo de natureza e de montanha é cada vez mais procurado exigindo por isso, respostas qualificadas na prestação dos serviços que gravitam em torno desta actividade. Por fim, o autarca reiterou o apelo ao empenho dos formandos na aquisição de novos conhecimentos, o que vai certamente contribuir para que possam competir com os recursos humanos provenientes de outros países europeus, mobilizando-se no sentido de aprenderem para trabalhar e empreenderem. Aos formadores, o autarca disse que a formação deve ser dada de forma séria e responsável, motivo pela qual apelou à exigência e ao cumprimento.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.