Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 20-07-2009

SECÇÃO: Destaque

Ministro Alberto Costa inaugurou Palácio da Justiça de Cabeceiras de Basto

A comitiva visitou os serviços da Conservatória
A comitiva visitou os serviços da Conservatória
O Ministro da Justiça, Dr. Alberto Costa, acompanhado pelos Secretários de Estado Adjunto e da Justiça, Dr. Conde Rodrigues e dos Assuntos Fiscais, Dr. João Freitas Lobo, deslocou-se no dia 3 de Julho, a Cabeceiras de Basto para proceder à inauguração do Palácio da Justiça deste concelho. Uma cerimónia na qual estiveram também presentes o Governador Civil do Distrito de Braga, demais responsáveis pelos serviços de Finanças e da Justiça, autarcas e população em geral que se associaram a este acontecimento, há muito reivindicado pela população Cabeceirense.
Um dia histórico para Cabeceiras de Basto, disse na oportunidade o Presidente da Câmara Municipal, Engº Joaquim Barreto, manifestando a sua satisfação e alegria pela concretização de um processo que se arrastava há mais de vinte anos. A sua construção moderna, que associa funcionalidade e beleza arquitectónica, permitirá certamente, a prestação de melhores serviços aos Cabeceirenses. Por outro lado, a parceria estabelecida entre os Ministérios das Finanças e da Justiça, é igualmente de realçar já que permite que num só edifício sejam prestados agora três serviços - Tribunal, Finanças e Conservatórias, reunindo assim, condições para optimizar, agilizar e melhorar os serviços prestados às populações.
Trata-se, por isso, de uma obra avaliada em cerca de 2.276.000 euros, agora concretizada e para cuja construção muito contribuiu a intervenção do Secretário de Estado Adjunto e da Justiça, Dr. Conde Rodrigues, que “desencravou” um processo antigo, que remonta ao ano de 1987. No entanto, após várias vicissitudes, só em 1995, a Autarquia garantiu condições de disponibilização do terreno necessário para a edificação do Tribunal e reafirmou a necessidade urgente de concretização.
O Palácio da Justiça alberga 3 serviços: Tribunal, Finanças e Conservatória
O Palácio da Justiça alberga 3 serviços: Tribunal, Finanças e Conservatória
Em 2001, foi assinado um protocolo de colaboração entre a Câmara Municipal e o Ministério da Justiça destinado à sua construção, mas, só após um interregno de quatro anos, entre 2002 e 2005, o assunto voltou à agenda do Governo que retomou o processo e diligenciou no sentido de construir este importante equipamento.
0 Presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, agradeceu a oportunidade a todos aqueles que contribuiram para a concretização deste importante equipamento público para o concelho de Cabeceiras de Basto.

Os Secretários de Estado da Justiça e dos Assuntos Fiscais, bem como, o Governador Civil de Braga estiveram presentes na cerimónia
Os Secretários de Estado da Justiça e dos Assuntos Fiscais, bem como, o Governador Civil de Braga estiveram presentes na cerimónia
Mais qualidade, conforto e eficiência

No uso da palavra, o Ministro da Justiça, Dr. Alberto Costa, considerou este um dia feliz, já que está certo de que este equipamento oferece mais qualidade, conforto e eficiência no desenvolvimento do trabalho. Disse ainda, que esta convicção é extensiva a todo o território, fruto do investimento que vem sendo feito em vários locais do país.
O Presidente da Câmara, Engº Joaquim Barreto considerou este dia, um dia histórico
O Presidente da Câmara, Engº Joaquim Barreto considerou este dia, um dia histórico
Aquele membro do Governo, enalteceu ainda a acção do autarca Cabeceirense, Engº.Joaquim Barreto, pela dedicação a esta obra a quem deu um importante contributo, no sentido de prestar um melhor serviço às pessoas e à modernização dos serviços. Trata-se por isso, de uma obra emblemática, já que reflecte uma política que não pensa apenas nas grandes metrópoles, mas também em terras do interior do país, dotando-as de equipamentos que permitem a prestação de melhores serviços. Política esta, que considerou reformista e com incidência em todo o país, numa lógica de maior proximidade e qualidade, já com resultados positivos que permitiu inverter a tendência ao nível dos processos pendentes. Por fim, aquele membro do Governo, deixou uma mensagem de optimismo, frisando que «não se deixem abater por pessimismos». Temos que pensar no futuro e em melhores resultados.
O Ministro disse na ocasião que este edifício oferece mais qualidade, conforto e eficiência
O Ministro disse na ocasião que este edifício oferece mais qualidade, conforto e eficiência
Findas as intervenções, o programa prosseguiu com a visita às instalações dos três serviços instalados neste equipamento considerado modelar.






A comitiva visitou as instalações
A comitiva visitou as instalações

Um edifício nobre que alia beleza com funcionalidade
Um edifício nobre que alia beleza com funcionalidade












© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.