Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 29-06-2009

SECÇÃO: Informação

Valor Humano – Oportunidades Inovadoras

Grupo de Cavaquinhos da Casa da Música
Grupo de Cavaquinhos da Casa da Música
Mostra de Educação, Cultura, Formação e Emprego foi um sucesso

A iniciativa Valor Humano – Oportunidades Inovadoras: Mostra de Educação, Cultura, Formação e Emprego de Cabeceiras de Basto, que decorreu no edifício multiusos do mercado municipal desta vila, de 18 a 21 de Junho, revelou-se uma vez mais bem sucedida.
Organizada pela Câmara Municipal e pela empresa Emunibasto, foi numeroso o público que se deslocou àquele espaço ao longo do certame, participando e assistindo aos diversos actos previstos no programa.

O cabeceirense Helder Gonçalves integra o Quarteto de Clarinetes que maravilhou o público presente
O cabeceirense Helder Gonçalves integra o Quarteto de Clarinetes que maravilhou o público presente
Mostra de Educação, Cultura, Formação e Emprego

Nesta Mostra de Educação, Cultura, Formação e Emprego, os visitantes puderam apreciar os trabalhos elaborados pelos formandos dos cursos sócio-educativos e também o resultado das actividades de enriquecimento curricular desenvolvidas ao longo do ano lectivo pelos alunos do 1º ciclo do ensino básico. Em simultâneo, decorreu a feira do livro de Cabeceiras de Basto onde marcaram presença várias editoras e livrarias.
Grupo de Concertinas da Casa da Música
Grupo de Concertinas da Casa da Música
Enquanto Mostra de Formação e Emprego, aos visitantes foi disponibilizada informação e proporcionado o contacto com as actividades e propostas de emprego do IEFP, bem como do Exército, entre outras entidades concelhias e regionais, públicas e privadas. Universidades, diversas escolas profissionais, associações empresariais e industriais e outras entidades de vanguarda na área das novas tecnologias, da inovação e do empreendedorismo apresentaram programas e projectos.

Teatro, música, dança
e actividades lúdicas
A dança fez parte do programa
A dança fez parte do programa

Ao longo desta iniciativa, foi igualmente promovido um programa de animação diversificado no âmbito do qual foram desenvolvidas várias acções de cariz lúdico, desportivo e formativo. Destacou-se nos dias 17 e 18 de Junho, a festa do encerramento das actividades físicas e desportivas do 1º ciclo no âmbito das Actividades de Enriquecimento Curricular levadas a cabo ao lngo do ano lectivo nos Agrupamentos de Escolas de Arco de Baúlhe e de Refojos, envolvendo centenas de crianças e jovens. A realização de diversos workshops, a apresentação de livros destinados ao público infanto-juvenil e um concerto musical pelo “Quarteto de Clarinetes 4 REEDS”, registaram o agrado do numeroso público que marcou presença no certame.
A população assistiu aos diversos actos do programa
A população assistiu aos diversos actos do programa
A apresentação da peça teatral “A Visita” promovida em parceria com a Associação Centro de Criatividade da Póvoa de Lanhoso, revelou-se um verdadeiro momento cultural, envolvendo a plateia que na ocasião manifestou o seu regozijo pela interpretação desta peça que traz ao de cima uma reflexão sobre a nossa cultura, o nosso tempo e a forma como vivemos e ocupamos os espaços que nos rodeiam.
O lançamento do livro “O Mosteiro de S. Miguel de Refojos – Jóia do Barroco em Terras de Basto”, de autoria do Frei Geraldo Coelho Dias, representou também um dos momentos altos deste certame. A história, a centralidade e a importância deste Mosteiro Beneditino na região, pode agora ser conhecida através desta importante obra que dá à estampa a origem desta terra de Basto e o papel central que assumiu ao longo de séculos.
De referir ainda durante este certame, a realização de uma sessão colectiva de autógrafos promovida por vários autores locais.
"A Visita" subiu ao palco do multiusos
"A Visita" subiu ao palco do multiusos
As marchas populares, que envolveram a participação de dezenas de utentes de vários Espaços de Convívio e de Lazer do concelho, entre outros, captou a atenção de centenas de pessoas que se deslocaram à Praça Arcipreste Francisco Xavier de Almeida Barreto, para ver desfilar as marchas, participar na sardinhada e festejar o S. João. A festa terminou com a actuação do grupo de cordas "Ai que Vida".
A música, a dança, o teatro, a literatura, os workshops, as actividades desportivas, foram assim, algumas das várias actividades que fizeram parte deste certame ao longo de cinco dias, revelando-se uma vez mais numa iniciativa repleta de animação e de grande adesão popular.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.