Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 08-06-2009

SECÇÃO: Informação

Cabeceiras de Basto aposta na educação
Obras na EB 2,3 de Refojos e Centro Escolar do Arco de Baúlhe arrancam brevemente

Ainda na sequência das principais deliberações tomadas na última reunião de câmara, o executivo municipal decidiu adjudicar a empreitada de «Substituição Integral das Instalações da Escola Básica de Cabeceiras de Basto». Um investimento de quatro milhões de euros, fruto de uma parceria anteriormente estabelecida com a DREN – Direcção Regional de Educação do Norte, que prevê a reformulação da Escola EB 2,3 de Refojos de Basto - no âmbito do programa investimento empresas - com mais de três décadas de existência e a necessitar de intervenção prioritária, dada a urgência de modernizar este estabelecimento de ensino face ao elevado número de alunos que o frequentam.
Uma nova escola irá nascer, mais moderna e apetrechada que contribuirá certamentente, para o sucesso do ensino e da aprendizagem das crianças e jovens deste concelho.

Projecto da nova escola que vai nascer no Campo do Seco
Projecto da nova escola que vai nascer no Campo do Seco
Localizada no coração da vila cabeceirense, esta escola será alvo de uma profunda intervenção. Neste âmbito, está prevista a demolição das edificações existentes, de forma faseada para que as aulas possam decorrer com normalidade, sem transtornos para alunos, professores e funcionários, dando assim lugar, a um novo e único edifício com excepção do pavilhão desportivo que será remodelado.
A Escola Básica de Cabeceiras de Basto, será num futuro próximo um edifício moderno, dotado de condições de funcionalidade, de segurança, de acessibilidades e de adequação dos espaços funcionais às exigências lectivas decorrentes da nova organização e currículos, nomeadamente no que se prende com as tecnologias da informação. De referir, que este equipamento terá 24 salas de aulas teóricas, 8 salas específicas para educação visual e tecnológica, música e tecnologias da informação e comunicação, uma sala multideficiência, 2 laboratórios, biblioteca, auditório, sala polivalente, cozinha, refeitório e demais espaços exigidos nos termos da legislação.
Trata-se por isso de um grande investimento, há muito ansiado pela população cabeceirense, cuja intervenção municipal ajudou a consolidar.

Centro Escolar de Arco de Baúlhe avança

Segundo informação divulgada, o executivo municipal autorizou também, a abertura de um ajuste directo para a construção do Centro Escolar de Arco de Baúlhe. Um novo investimento na área da educação, estimado em 1.511.191,00 euros, desta feita a localizar na vila Arcoense. Com um prazo de execução de 300 dias, o Centro Escolar de Arco de Baúlhe irá brevemente servir a população escolar daquele agrupamento que alberga as freguesias a sul do concelho.
De referir ainda que este equipamento será construído nas imediações da Biblioteca Municipal, da Piscina e do Gimnodesportivo ali existentes, dando forma a um complexo educativo integrado, moderno, funcional e de suma importância para as crianças e jovens que frequentam aquele Agrupamento de Escolas de Arco de Baúlhe em particular e para a comunidade escolar em geral.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.