Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 18-05-2009

SECÇÃO: Política

Eleições Europeias
PS promove sessão de campanha em Cabeceiras de Basto

Provindas de várias localidades do distrito, mais de centena e meia de pessoas participaram no dia 10 de Maio, numa das diversas acções de campanha que o Partido Socialista está a promover no distrito e no País no âmbito das Eleições Europeias que vão realizar-se no próximo dia 7 de Junho. No Auditório Municipal Ilidio dos Santos, em Cabeceiras de Basto, estiveram presentes Dr. Capoulas Santos, Dr. Augusto Santos Silva e Drª. Sónia Fortuzinhos, que integram a lista do PS ao Parlamento Europeu, tendo em vista informar e sensibilizar a população para a importância deste acto eleitoral e desta forma esclarecer e apelar ao voto dos portugueses.

O Cabeceirense Engº Joaquim Barreto, Presidente da Distrital do PS, no uso da palavra
O Cabeceirense Engº Joaquim Barreto, Presidente da Distrital do PS, no uso da palavra
Sensibilizar a população

Presentes estiveram também, o Presidente da Comissão Política do PS de Cabeceiras de Basto, Dr. Serafim China Pereira, a quem coube abrir esta sessão, bem como o Presidente da Distrital do PS de Braga, Engº Joaquim Barreto, que na ocasião agradeceu a distinção pelo concelho de Cabeceiras de Basto ter sido escolhido para acolher a realização desta iniciativa, que considerou de suma importância para ajudar a consciencializar as pessoas para as questões da Europa, que salientou, não dizem apenas respeito aos grandes centros urbanos, mas também aos meios rurais, dando-se assim, passos no sentido de ajudar a conhecer melhor a Europa e a aproximar os cidadãos.

Mais Europa para
os cidadãos


Na ocasião, a Drª Sónia Fortuzinhos, considerou a necessidade premente de haver mais Europa para melhor poder responder à crise instalada. Preocupada com o défice de participação, a deputada Sónia Fortuzinhos, desafiou todos os presentes a participar neste acto eleitoral, onde a única questão importante é a de saber a Europa que queremos. A este propósito defendeu um debate pela positiva em torno de mais Europa, nomeadamente, em termos sociais, ambientais e mais sustentável, destinada a servir melhor as pessoas. Terminou afirmando que entre os partidos candidatos o que tem melhores condições para defender este projecto europeu é sem dúvida o Partido Socialista que ao longo dos anos tem defendido as questões europeias e tem estado no momentos mais importantes que ajudaram a que Portugal fosse hoje mais desenvolvido.


O melhor espaço político e civilizacional do mundo


O Dr. Augusto Santos Silva, realçou a importância deste acto eleitoral e a importância da participação dos portugueses nesta eleição, lembrando na ocasião, que a Europa diz respeito à nossa vida quotidiana que mudou significativamente, seja ao nível das escolas, da agricultura, das estradas, entre outros, aquando da adesão de Portugal à EU. A Europa protege-nos e sendo Portugal um dos 27 estados membros que a constituem, tem a sua parte de influência na defesa do modelo Europeu, que considerou o melhor espaço político e civilizacional do mundo, onde é possível conjugar “democracia política, pujança económica e coesão social”. O Dr. Augusto Santos Silva disse ainda que nos três actos eleitorais que se vão realizar em Portugal no presente ano, estão em causa escolhas políticas claras e daí que seja fundamental a mobilização e a participação civica das pessoas, esclarecendo os presentes sobre a posição assumida pelas candidaturas mais à esquerda e mais à direita do PS. Mais Estado, mais investimento público, mais estado social, são alguns dos princípios defendidos pelo PS, que realçou, esteve sempre presente nos principais momentos da Europa e de Portugal na Europa. Defendeu igualmente, que o PS sempre foi pela Europa, pela integração e pelo desenvolvimento Europeu, sendo que o lugar de Portugal é na Europa.

PS com projectos e competência para defender os direitos dos Portugueses

Por fim, o Dr.Capoulas Santos, cuja intervenção incidiu sobretudo em questões relacionadas com a agricultura, realçou a importância de Portugal estar presente na aprovação das próximas leis no âmbito da Política Agrícola Comum, que implicam a distribuição de verbas pelos 27 estados membros. Um processo que implica negociações, nem sempre fáceis e para as quais é preciso ser respeitado. “Os Socialistas têm propostas, que são credíveis para defender estas questões relacionadas com a agricultura”. Na oportunidade referiu ainda, a importância do Quadros Comunitário de Apoio e as verbas que lhes serão afectas.
Durante esta sessão, que assinalou também o Dia da Europa, foram ainda aflorados temas como a agricultura biológica, o trabalho desenvolvido ao nível da defesa do património genético das raças autóctones, o emprego, os sistemas agro-florestais, os apoios aos agricultores, o papel da Europa no mundo, a sua importância a nível social, económico, entre outros, ajudando assim a esclarecer e a consciencializar o numeroso público presente para a necessidade de envolver as pessoas neste acto eleitoral e levá-las a participar.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.