Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 27-04-2009

SECÇÃO: Informação

Medicina preventiva e comunitária foi tema de reunião

Meia centena de clínicos, participaram no passado dia 18 de Abril de 2009, na terceira reunião de Medicina Preventiva e Comunitária em Ambiente Rural, que teve lugar no Auditório Municipal Ilídio dos Santos, em Cabeceiras de Basto.
Uma iniciativa patrocinada pelo departamento de clínica geral da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FUMP) e do Colégio de Medicina Geral e Familiar da Ordem dos Médicos, com o apoio do Centro de Saúde local.

Clínicos, responsáveis pela Saúde e autarcas estiveram presentes
Clínicos, responsáveis pela Saúde e autarcas estiveram presentes
Rastreios; medicação nos idosos; saber prevenir o cancro de pele; cuidados a ter com os diabéticos; saber ler o limite; prevenção de acidentes em idade pediátrica; fiabilidade do rastreio de monóxido de carbono em duas populações; stress do prestador de cuidados; prevalência da obesidade infantil e o excesso de peso; amamentar; tétano; ou vigilância do recém-nascido, foram algumas das comunicações apresentadas quer por jovens médicos, quer por mestres da medicina, dando conta da perspectiva de tutores e de alunos, integradas em três grandes painéis que tiveram por tema: «Ensino de Medicina Preventiva e Comunitária em Meio Rural»; «Prevenção Cardiovascular: Dislipidemia»; «Inovação dos Cuidados de Saúde Primários – a experiência local».

Mais e melhor prestação de serviços de saúde

Na sessão de abertura destas jornadas médicas, o director do Centro de Saúde local, Dr. Serafim China Pereira, saudou os presentes e agradeceu àqueles que ajudam a formar os futuros médicos do nosso país, seja a FUMP e a Universidade do Minho, sejam àqueles que trabalham no Centro de Saúde local e a quem cabe a tarefa de acolher os alunos, melhorar as suas aptidões clínicas e partilhar experiências, dando assim um forte contributo para a formação dos jovens médicos.
Nesta cerimónia, onde marcaram igualmente presença representantes da ARS Norte, do Agrupamento de Centros de Saúde de Terras de Basto, do Colégio MGF Ordem dos Médicos, Coordenação do Internato MGFZN, DCG/FUMP, o edil Engº Joaquim Barreto, a quem coube o encerramento, começou por agradecer o facto da organização ter escolhido Cabeceiras de Basto para a realização deste evento que considerou de suma importância, bem como por fazer uma breve caracterização do concelho, das suas potencialidades, naturais, gastronómicas, culturais, turísticas, bem como as acessibilidades de que dispõe. Na sua intervenção, o autarca realçou a boa colaboração estabelecida com o Centro de Saúde Local, assim como os esforços feitos no sentido de fixar clínicos neste concelho. Neste âmbito, além do protocolo estabelecido com a Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, no sentido de disponibilizar instalações para acolher os jovens médicos, a Autarquia disponibilizou também um apartamento para alojar médicos espanhóis durante a sua estada no concelho. O autarca lembrou ainda a intervenção do Município na área da saúde, seja através da Empresa Municipal Basto Solidário, seja da promoção de serviços de proximidade, que permitem conhece melhor a realidade. Uma atitude que vai no sentido de fixar médicos no meio rural, fomentando relações de proximidade e de amizade com os seus utentes e desta forma contrariando, a tendência da concentração dos serviços e a organização em escala. Esta relação de confiança que se estabele nos meios rurais permite o desenvolvimento de um trabalho muito importante, criticando aqueles que querem quebrar este tipo de relação estabelecida. Segundo o autarca, os médicos existem para prestar serviços aos utentes e como tal o reforço deste laços é fundamental, pois daí advêm bons serviços para a população.
O Presidente da Câmara terminou, manifestando a sua disponibilidade para continuar a colaborar com o Centro de Saúde Local e com as Faculdades de Medicina, em prol de uma cada vez maior e melhor prestação de serviços de saúde à população.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.