Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 06-04-2009

SECÇÃO: Formação

Municípios de Cabeceiras de Basto e Boa Vista (Cabo Verde) assinam protocolo de cooperação e geminação

Os Municípios de Cabeceiras de Basto e da Boa Vista (Cabo Verde) assinaram no dia 23 de Março, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, um protocolo de Cooperação e Geminação.

Municípios reforçam laços de amizade
Municípios reforçam laços de amizade
Uma iniciativa que pretende fortalecer os laços de amizade e de cooperação entre os dois povos, estabelecendo uma colaboração solidária que tem em vista o bem-estar dos seus cidadãos, através do desenvolvimento de acções mútuas nas áreas da juventude, educação, saúde, ambiente, cultura, formação, desporto e assessoria técnica. Neste âmbito prevê-se, doravante, a realização de encontros entre os representantes directos das partes, intercâmbios entre grupos populacionais, nomeadamente jovens, acolhimento de estagiários nos serviços da administração, definição e realização de projectos, apoio na elaboração de estudos, intercâmbio cultural e desportivo, troca de informação e documentação técnica, entre outras acções a promover, em prol do desenvolvimento social e económico das populações respectivas.

Conhecer a realidade local

Neste primeiro encontro, a delegação caboverdiana, constituida pelo Presidente do Município da Boa Vista, Dr. José Pinto de Almeida, pelo Vereador Joaquim de Andrade e pela assessora, Drª Nádia Santos, começou por reunir-se com o Presidente do Município Cabeceirense, Engº Joaquim Barreto, que se fez acompanhar pelos vereadores, Dr. Jorge Machado e Profª Stela Monteiro, bem como outros técnicos municipais. O objectivo desta reunião consistiu em dar a conhecer a organização da Autarquia, as suas áreas de intervenção e as acções desenvolvidas nos diferentes sectores de actividade. Na ocasião foi feita também, uma breve apresentação sócio-económica e demográfica do concelho. Seguiu-se a degustação da gastronomia local e uma visita a diferentes serviços, equipamentos e infra-estruturas municipais e concelhias, nomeadamente na área da educação/formação, tempos livres, cultura e desenvolvimento rural, o que marcou este primeiro contacto e uma primeira abordagem ao pulsar desta terra de Basto.
Comitiva Caboverdiana visitou cursos de formação
Comitiva Caboverdiana visitou cursos de formação
Seguiu-se a cerimónia de assinatura do protocolo de cooperação e geminação, onde esteve presente também o Presidente da Assembleia Municipal, Dr. Serafim China Pereira, demais membros da Assembleia Municipal, vereadores, técnicos e convidados.
Na oportunidade o edil cabeceirense, manifestou a sua satisfação pela concretização desta geminação, que vai certamente contribuir para estreitar laços de amizade entre os dois povos, unidos pela história, pela língua e pela cultura. Disse também, que a assinatura deste acordo, patrocinado pela ANMP [Associação Nacional de Municípios Portugueses], é muito importante, tendo em conta os objectivos que persegue, e garantiu que “tudo faremos para satisfazer as expectativas que este acto desenvolve junto das duas populações” que apresentam na sua matriz traços identitários.

Parceiros para o desenvolvimento

Visivelmente satisfeito, o edil do Município da Boa Vista, agradeceu a forma como a delegação foi recebida e reiterou a vontade de materializar, através desta cooperação, os laços históricos e de amizade que unem as duas localidades. Disse ainda, que Portugal, é visto como um parceiro activo e previligiado no processo de desenvolvimento de Cabo Verde. Há áreas como a educação, a cultura, a formação e a juventude, na qual devemos apostar. A democracia estável que o Município da Boa Vista apresenta, os projectos definidos e a vontade de aproximar as pessoas, são razões suficientes para o êxito desta Geminação.
A visita a Cabeceiras de Basto, terminou com uma incursão à gastronomia e ao folclore local, proporcionando aos participantes um animado e salutar convívio.
A delegação do Município da Boa Vista, partiu de Cabeceiras de Basto para a cidade de Braga, onde se encontrou com jovens caboverdianos a estudar naquela cidade, seguindo depois para Lisboa, para participar no Fórum das Autoridades Locais da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, realizado nos dias 26 e 27 de Março, evento no qual o Município Cabeceirense também participou.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.