Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 16-03-2009

SECÇÃO: Desporto

Jogo de primeiros deu nulo

Num dia magnífico, para a prática de futebol, onde se encontraram dois dos primeiros classificados, e onde a inoperância atacante do Cabeceirense, resultou num nulo.
Primeira parte, bem disputada, com o Cabeceirense com um futebol de maior circulação de bola, pressionando no meio campo o seu adversário, já a equipa visitante estavam mais cautelosos, colocando o seu jogo, com toques curtos, pelos extremos, com cruzamentos sucessivos para a área. Aos 12 minutos, canto de Terinho na esquerda, com Piruta a obrigar Rui a uma defesa de recurso, salvando o golo em cima da linha. Aos 19 minutos cruzamento de Nelinho, com César a falhar com a baliza escancarada, depois de uma saída percepitada de Coelho, a referir ainda a expulsão de Miguel, na primeira parte, aos 27 minutos, ficando a equipa da casa a jogar com mais um.
Na Segunda parte, o cariz do jogo, não se alterou, com a equipa do Cabeceirense, que já vinha desde os 27 minutos, a jogar com mais um pressionou mais, e a pressionar mais a equipa do Silvares, que desde esse lance, apostou no contra-ataque organizado, para tentar contraria a superioridade da equipa da casa, que estava a ser muito pressionante e à procura de marcar o golo que daria a vitória no jogo. Mas os visitantes com fechados à entrada da sua área, não permitiam lances de perigo, a não ser com Zezito aos 62 minutos a obrigar Bruno a grande defesa. O Cabeceirense procurou chegar ao golo com lances rápidos pelos flancos, não tendo a sorte no seu lado. Assim a partida terminou com um empate, beneficiando a equipa forasteira pois mantêm o primeiro lugar do campeonato, um jogo em que podemos achar justo o resultado final, mas pelos lances de perigo, os da casa mereciam ganhar.
O Cabeceirense alinhou com: Coelho, Branco, Zé (Zezito 45), Brioco, Garry, Russo, Alpha, Daniel, Piruta, Terinho (Óscar 79) e Lima; Treinador: Toninho Mendes.
Já o Silvares fez-se apresentar com Rui (Bruno 50), Antero, Marcelo (Brandão 45), Nelinho (Catita 45), Jorginho, Celso, Pandilha, Miguel, Victor, Dany e Gomes; Treinador: Carlos Salgado.

Comentários dos treinadores

Toninho Mendes, realçou o bom futebol realizado pela sua equipa, e que o Cabeceirense merecia mais, que o empate, destacou ainda, que o seu adversário, foi um bom adversário, mas o anti-jogo (queima tempo), que o Silvares realizou, complicou-nos muito a vida, para conseguir a vitória.

Carlos Salgado, salientou que o Silvares, nesta época, ainda não perdeu com o Cabeceirense, destacou ainda, que quando onze contra onze, a equipa teve melhor que os da casa, e só um erro de arbitragem, na amostragem do primeiro amarelo, a Miguel, ditou o resto do jogo. Referiu ainda, que na segunda parte, procuraram o contra-ataque e que o resultado foi justo.

Magalhães da Silva (Zequinha)

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.