Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 16-03-2009

SECÇÃO: Cultura

foto
……UM COMPOSITOR
Igor Stravinsky

Igor Fiódorovitch Stravinsky, nasceu em Oranienbaum (Rússia), perto de São Petersburgo a 17 de Junho de 1882.
Como era filho de um conhecido e famoso cantor da ópera imperial de S. Petersburgo teve acesso a um meio cultural e artístico importante. Mesmo mostrando precocemente vocação para a área musical foi encaminhado para o curso de Direito. Entretanto a convite de Diaghliev, filho do grande compositor Rimski-Korsakov, começa os seus estudos na área musical e em 1905 abandona definitivamente o curso de Direito. Começa a colaborar nos balés russos e compõe O Pássaro de Fogo que apresenta em Paris em 1910. É neste momento que começa a sua caminhada para a celebridade.
foto
Em 1911 compõe Petrushka alcançando um grande êxito e em Maio de 1913 A Sagração da Primavera, mas aqui causou um grande escândalo.
Com o desenrolar da I Grande Guerra muda-se para a Suiça e em 1919 volta para França. Nesta altura ocupa o seu tempo como pianista e regente de orquestra.
Na década de 30, em menos de dois anos Stravinsky perde a filha mais nova e a esposa, vítimas de tuberculose. Um pouco mais tarde perde a sua mãe. Perante tantos desgostos juntos tenta mudar de ares.
O início da Segunda Guerra Mundial vai ser a gota de água. Deixa a Europa e vai viver para os Estados Unidos da América.
Nesta época Stravinsky, casa-se com Vera Sudeikina, sua amante há vários anos. Chega à América em 1939 e adapta-se muito bem. Compra uma casa em Hollywood e torna-se o compositor predilecto das grandes e influentes famílias norte-americanas. Recebe a cidadania americana em 1945.
Em 1963 Stravinsky visita finalmente a União Soviética, sendo recebido em ombros pelo povo russo.
Apesar da sua saúde estar muito debilitada, continuou a trabalhar até os 80 anos. Morre em Nova Iorque a 6 de Abril de 1971.
.

OBRAS-PRIMAS


Óperas
1914 O rouxinol
1921 Maura
1928 O beijo da fada
1934 Perséfone
1951 A carreira do devasso

Bailados
1910 O pássaro de fogo
1911 Petrushka
1913 A sagração da primavera
1919 Pulcinella
1923 As núpcias
1947 Orfeo

Sinfonias
1920 Sinfonia para instrumentos de sopro
1930 Sinfonia dos salmos
1940 Sinfonia em dó maior
1945 Sinfonia dos três movimentos


…UMA MÚSICA


Na minha opinião foi os bailados as obras que mais distinguiram Stravinsky. Por isso seleccionei o bailado Le Sacre du Printemps (A Sagração da Primavera).
“A sagração da Primavera” é um ballet em 2 actos que narra a história da imolação de um jovem que é sacrificada como oferenda ao Deus da Primavera num ritual primitivo com a finalidade da obtenção de boas colheitas para a tribo.
Esta obra foi estreada a 29 de Maio de 1913 no Théâtre des Champs-Élysées em Paris.

foto
De toda a discografia disponível no mercado seleccionei uma versão em vídeo (DVD) e três em áudio puro (CD).


A

Arthaus Musik – 100333
(DVD Vídeo)

foto


B

Telarc – CD80266
(CD)


foto

C
Philips – 4680352
(CD)


foto

D
Philips Duo – 4383502



(CD - 2 discs)
Aconselho a opção A por se tratar de um registo em vídeo e por isso o leitor poder apreciar toda a beleza de um grande bailado e a opção D por agrupar os grandes bailados de Stravinsky (por que não comprar as 2 versões)

Por: Maia Ramos

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.