Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 22-12-2008

SECÇÃO: Informação

Conselho Municipal de Segurança reuniu

Reuniu no dia 16 de Dezembro, o Conselho Municipal de Segurança de Cabeceiras de Basto, sob a égide do novo regulamento resultante da adaptação desta estrutura municipal, às novas realidades sócio-culturais e económicas emergentes na sociedade. Marcaram presença, representantes da Polícia Municipal, do Gabinete Técnico Florestal, da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens em Risco, do Centro de Emprego de Basto, quatro cidadãos de reconhecida idoneidade e representatividade social designados pela Assembleia Municipal, assim como, a vereadora responsável pelo pelouro da Educação, Cultura, Desporto e Turismo, que se associam aos elementos efectivos tais como o Presidente da Assembleia Municipal, o Vereador do Pelouro do Trânsito e Segurança Social, os Presidentes de Juntas de Freguesia de Refojos, Arco de Baúlhe, Cavez e Cabeceiras – S. Nicolau, o representante do Ministério Público, o Comandante da GNR de Cabeceiras de Basto, o comandante da Corporação de Bombeiros Voluntários Cabeceirenses, o Coordenador do Serviço Municipal de Protecção Civil, os representantes dos núcleos locais da Cruz Vermelha, a Delegação local do Centro Regional de Segurança Social, a Santa Casa da Misericórdia, o Centro de Saúde, entre outros representantes de organismos e colectividades ligadas aos sectores da economia, educação, desenvolvimento rural e Clero.

Conhecer a realidade local

foto
Este Conselho Municipal de Segurança, que é presidido pelo Presidente da Câmara Municipal, mantém como objectivos, contribuir para o aprofundamento do conhecimento da situação de segurança na área do Município através de consulta aos constituintes; formular propostas de solução para problemas de marginalidade e segurança dos cidadãos e particiação em acções de prevenção; promover a discussão sobre medidas de combate à criminalidade e à exclusão social no município; aprovar os pareceres e solicitações a remeter a todas as entidades que julgue oportunos e directamente relacionados com as questões de segurança e inserção social.
Por outro lado, compete ao CMS emitir parecer, na área do Município, sobre a evolução dos níveis de criminalidade; o dispositivo legal de segurança e a capacidade operacional das forças de segurança; os índices de segurança e ordenamento social; os resultados da actividade municipal de protecção e combate aos incêndios; as condições materiais e os meios humanos empregues nas actividades sociais de apoio aos tempos lives, particularmente dos jovens em idade escolar; a situação sócio-económica municipal; o acompanhamento e apoio a acções dirigidas à prevenção da toxicodependência e à análise da incidência social de droga, bem como o levantamento de situações sociais que pela sua vulnerabilidade, se revelam de maior potencialidade criminógena e mais carecidas de apoio à inserção. Este Conselho Municipal de Segurança reune ordinariamente um vez por trimestre.
Na reunião, os diversos parceiros apresentaram as suas preocupações e anseios, seguindo-se a tomada de conhecimento dos níveis de sinistralidade e criminalidade, não só no concelho como no distrito.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.