Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 01-12-2008

SECÇÃO: Informação

Vila Nune vive dia de inaugurações


Bandeira da freguesia de Vila Nune hasteada pela primeira vez em frente  ao edifício sede da Junta
Bandeira da freguesia de Vila Nune hasteada pela primeira vez em frente ao edifício sede da Junta
A população de Vila Nune saiu à rua no passado dia 16 de Novembro para assistir à inauguração dos balneários e sala polivalente, bancadas e arranjo urbanístico envolvente ao polidesportivo daquela localidade. Uma iniciativa da Junta de Freguesia de Vila Nune, com o apoio da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto e do Grupo Coral e Recreativo «Os Ceifeiros de Sto André».
Trata-se de um projecto antigo que vem sendo concretizado por fases e que, uma vez concluído, valoriza e dignifica aquela zona central da freguesia. Além das bancadas e do ajardinamento da zona envolvente ao polidesportivo, foi também recuperado um antigo tanque público, no qual foi colocada uma cobertura, bem como, beneficiada a fonte ali existente, pintado e embelezado, reunindo agora condições mais cómodas para os seus ulitizadores.
Autarcas e população participaram na inauguração das obras
Autarcas e população participaram na inauguração das obras
Por sua vez, o polidesportivo, concluído há alguns anos, carecia de bancadas que agora foram construídas em terreno anexo e que desta forma, proporcionam mais conforto a quem vai assitir aos jogos que ali se disputam. Também a construção de balneários foi uma mais valia para os jogadores que utilizam aquele recinto, que agora tem condições propícias à prática desportiva.
A construção da sala polivalente era outra das valências constantes neste projecto, que uma vez concluída, passa a albergar o Grupo Coral e Recreativo «Os Ceifeiros de Sto André». Esta dinâmica colectividade da freguesia, dispõe agora de um espaço onde pode ensaiar, guardar os insturmentos e trajes e reunir sempre que necessário.

Bandeira de Vila Nune
foi hasteada

Finda a inauguração das obras, na qual marcaram presença, os Presidentes da Assembleia e da Câmara Municipal, Dr. Serafim China Pereira e Engº Joaquim Barreto, respectivamente, vereação, Presidentes de Junta de Freguesia, demais autarcas, convidados e população em geral, a comitiva deslocou-se para a sede da Junta de Freguesia onde se procedeu ao hastear da bandeira da povoação. Os símbolos heráldicos foram desta forma, apresentados publicamente.
Na ocasião, o Presidente da Junta de Freguesia de Vila Nune, Avelino Sousa, disse estar a viver um dia feliz, pois além da inauguração das obras que agora concluiu, a freguesia passou a ter uma bandeira, símbolo da identidade local.
Também o edil cabeceirense, Engº Joaquim Barreto, mostrou a sua satisfação pelas infra-estruras inauguradas, que representam uma mais valia para a freguesia e para os seus habitantes, já que além de embelezar a localidade, permitiu a recuperar este tipo de património que são os tanques públicos, outrora muito usuais e locais de encontros e desencontros cuja existência se associam à história de qualquer terra, assumem também um papel importante na ocupação dos tempos livres da população local, seja ao nível recreativo e cultural, seja ao nível desportivo.
O autarca enalteceu também o acto simples, mas muito significativo que foi o hastear da bandeira da freguesia, estandarte que encerra símbolos da sua identidade, como são as uvas que representam a abundância de vinho, o caminho de ferro que está historicamente associado a Vila Nune e também os cursos de água, nomeadamente o Rio Tâmega, que a atravessa.
A finalizar, o autarca congratulou-se com o trabalho voluntário que este projecto envolveu, nomeadamente ao nível do apoio técnico que o Arq. Miguel Sousa, prestou de forma graciosa, apoiando a concretização das obras na freguesia. Vila Nune é hoje uma terra mais bonita e mais valorizada, concluiu o autarca.
Findos os actos formais, seguiu-se uma festa popular, marcada pela realização de um magusto convívio e pela animação musical que ficou a cargo dos Ceifeiros de Sto André.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.