Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 08-09-2008

SECÇÃO: Informação

Autarquia prepara ano escolar

O Presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Engº Joaquim Barreto, visitou no dia 4 de Setembro, acompanhado por vereadores, deputados municipais, professores e técnicos desta Autarquia, a recém construída sala de aulas da Escola Básica do 1º Ciclo de Refojos. Um novo espaço que se destina a acolher as crianças provenientes da escola primária de Painzela, que encerrou no final do anterior ano lectivo.

foto
Trata-se de uma ampliação, que representa um investimento na ordem dos nove mil euros, justificada pelo encerramento da escola na freguesia de Painzela. Esta construção visa criar as melhorar condições de ensino para acolher as crianças que agora transitam para este estabelecimento escolar localizado na sede da vila.
As crianças associam-se assim, a mais de três centenas de alunos, que já frequentam aquela escola EB 1, que anteriormente tinha sido adaptada para receber crianças não só da freguesia de Refojos, mas também de freguesias como Abadim, Outeiro e Cabeceiras de Basto – S. Nicolau.
A sua integração neste estabelecimento, que foi alvo de uma reorganização quer ao nível do serviço de refeições, quer ao nível da rede de transportes, quer ao nível das actividades de enriquecimento curricular (desporto, ensino de Inglês, música e artes plásticas), garantirá certamente melhores condições de ensino.
Recorde-se que o reordenamento escolar do concelho resulta da implementação da carta educativa, documento que representa o culminar de um longo processo e da elaboração de um estudo prévio em diálogo com as Escolas, Juntas de Freguesia e outras instituições e actores locais, no âmbito do qual os estabelecimentos escolares funcionam integrados em territórios educativos, de forma articulada, com o objectivo de atenuar os aspectos negativos do isolamento em que se encontravam algumas das escolas do concelho.
Segundo informação divulgada, a Câmara Municipal espera, que desta profunda transformação, resultem melhores condições para a prática lectiva de alunos e professores e também maior sucesso escolar e educativo para a sua população mais jovem, num aposta clara na qualificação dos cabeceirenses.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.