Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 28-07-2008

SECÇÃO: Informação

Cursos de Formação elevam qualificações

Trinta e dois formandos com idades compreendidas entre os 18 e os 50 anos, frequentam desde o dia 14 de Julho, dois cursos de formação visando a sua qualificação profissional e académica.

Abertura dos Cursos de Formação
Abertura dos Cursos de Formação
Jardinagem e Horticultura/Floricultura são as áreas, que durante 18 meses, os formandos vão frequentar, num processo de aprendizagem adquirindo novas competências nas áreas referidas e garantindo simultaneamente a certificação escolar que no final lhes confere um duplo certificado, 6º e/ou 9º ano de escolariedade.
Os cursos que agora começaram resultam da parceria estabelecida entre a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, o Centro de Emprego de Basto e o Centro de Formação Profissional de Chaves.
Desenvolvem-se na vila de Cabeceiras de Basto, onde decorrem também outros cursos de formação e qualificação, seja no âmbito do combate ao abandono escolar, da formação profissional de desempregados ou ainda de especialização tecnológica.

Uma nova oportunidade

Esta é uma nova oportunidade de qualificação e formação que visa contribuir para a sua posterior inserção no mercado de trabalho. Oportunidade, que o edil Cabeceirense, Eng.º Joaquim Barreto, espera ver aproveitada por todos os que frequentam estas acções, quer em prol da sua valorização pessoal e profissional, quer na criação do próprio emprego e na própria dinamização económica do concelho. Na ocasião, o Presidente da Câmara referiu que a autarquia, há uns anos a esta parte, tem apostado na qualificação das pessoas, na certeza de que só com a sua valorização e qualificação se conseguirão melhores condições de vida. Disse ainda que a escolha destas áreas de formação resulta do conhecimento real das necessidades, nomeadamente ao nível do sector primário, actualmente com perspectivas de expansão e de futuro. O autarca disse que o mundo é cada vez mais global e consequentemente mais competitivo. Só com a qualificação dos recursos e uma aposta na produção é possível fazer face a esta realidade. O Presidente da Câmara apelou por fim ao empenho e à responsabilidade daqueles que integram os dois grupos de trabalho.
Nesta cerimónia, estiveram presentes também formadores e responsáveis da autarquia pela área da formação, assim como, o director do Centro de Emprego de Basto e o Director do Centro de Formação Profissional de Chaves. Na ocasião o Director do Centro de Emprego de Basto, apelou ao empenho por parte dos formandos no sentido de aproveitarem esta oportunidade em áreas cada vez mais solicitadas e por isso com maior probabilidade de inserção no mercado de trabalho.
Aquisição de competências

Por sua vez, o Director do Centro de Formação Profissional de Chaves, agradeceu a pronta e profícua colaboração da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto que, desta forma, aposta na formação dos seus recursos humanos. Referiu ainda, que esta é uma acção enquadrada no programa nacional «Novas Oportunidades», que proporciona a quem tem mais de 18 anos e se encontra desempregado, a possibilidade de adquirir novos conhecimentos e competências e desta forma, obter uma certificação escolar e laboral e consequentemente maior possibilidade de arranjar emprego. Lembrou também que são muitos os que ainda não atingiram a escolaridade mímina em Portugal, sendo por isso, um imperativo elevar o grau de qualificação das pessoas. Para tal é preciso investir na aprendizagem, garantindo novas oportunidades que devem ser “agarradas” por quem as frequenta tendo em vista o desenvolvimento sócio-económico e o bem-estar das pessoas.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.