Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 28-07-2008

SECÇÃO: Informação

Casos de Polícia
Apreensão de armas em Cabeceiras de Basto

Doze armas e meio milhar de munições foram apreendidas no passado dia 9 de Julho em Cabeceiras de Basto. O Destacamento Territorial de Guimarães da GNR levou a cabo a missão, cuja investigação contabiliza já na totalidade quase 200 armas.

No dia 9 de Julho, o DTER – Destacamento Territorial de Guimarães da GNR, deslocou-se a Cabeceiras de Basto e levou a cabo uma busca a sete casas e um café, apreendendo doze armas e meio milhar de munições. As diligências inserem-se num processo de investigação por posse ilegal de armas e material similar, que neste âmbito já «arrecadou» na totalidade quase 200 armas. Foi por isso, a quarta missão de um processo que se iniciou há 18 meses pelo NIC – Núcleo de Investigação Criminal da GNR.
Em Cabeceiras de Basto foram constituídos sete indivíduos do sexo masculino. A operação deu cumprimento a oito mandatos de buscas domiciliárias que decorreram, tal como referido,em sete domicílios, um café e em viaturas.
Nesta missão estiveram envolvidos 45 militares, sete dos quais da estrutura de investigação criminal do Grupo Territorial de Braga da GNR.

Tráfico ilegal de armas

Foi a quarta operação no âmbito deste processo com 18 meses, desenvolvida pelo NIC de Guimarães.
Uma das operações realizadas há um ano permitiu a apreensão de 109 armas e outro material, não só em Cabeceiras,mas também em Fafe e Celorico de Basto. Ao todo foram já apreendidas 184 armas, 3140 municções, 16 velas de dinamite e 25 detonadores, além de outro material. Até ao momento encontram-se envolvidos 26 indivíduos que já foram constituitdos arguidos.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.