Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 07-07-2008

SECÇÃO: Desporto

Piscinas Municipais promoveram Festivais de Natação

Tendo em vista assinalar o encerramento da sua actividade durante os meses de Verão, as Piscinas Municipais de Cabeceiras de Basto e de Arco de Baúlhe, através da empresa Emunibasto, promoveram no dia 28 de Junho, dois Festivais de Natação.
Realizado pela primeira vez, na recém-inaugurada Piscina Municipal de Arco de Baúlhe e pela sétima vez, na Piscina Municipal da sede da vila de Cabeceiras de Basto, a iniciativa teve como principal objectivo promover uma festa convívio entre os utentes inscritos nas aulas de natação, frequentadores da piscina, professores e funcionários destes equipamentos, bem como, divulgar os serviços prestados e motivar as crianças e jovens inscritos nas aulas de adaptação ao meio aquático através da iniciação e aperfeiçoamento das técnicas de nado.
Assim, durante a manhã, no Arco de Baúlhe, e de tarde, em Cabeceiras de Basto, estes equipamentos desportivos serviram de cenário para a realização de várias actividades de adaptação ao meio aquático destinadas às crianças e jovens entre os 3 e os 5 anos, entre os 6 e os 13 anos e aos maiores de 13 anos.

Actividades aquáticas
Actividades aquáticas
Outra das actividades incidiu sobre a hidroginástica, modalidade aberta a todas as idades.
Após duas horas de desporto aquático atraindo pais, alunos, atletas e idosos al, o programa prosseguiu com a entrega de diplomas, oferta de lembrança e um lanche convívio oferecido a todos os presentes, numa cerimónia simples na qual marcaram presença também o presidente da edilidade cabeceirense, Engº Joaquim Barreto, a vereadora Profª Stela Monteiro, os presidentes das Juntas de Freguesia de Arco de Baúlhe e de Refojos, demais autarcas e público em geral.

Piscinas atraem gentes de Basto

Hidroginástica
Hidroginástica
Segundo informação divulgada, as piscinas municipais, são equipamentos desportivos que têm vindo a registar, grande número de utilizadores, que ali se deslocam para frequentar as aulas de natação, hidroginástica, banhos livres, entre outras acções planeadas e direccionadas para os jovens e menos jovens, como é o caso da natação específica para idosos.
Em Cabeceiras de Basto, este equipamento apresenta uma média de oitenta alunos, e no Arco de Baúlhe, regista já a frequência de cinquenta e cinco alunos, provenientes não só deste concelho, mas também de terras limítrofes pertencentes aos Municípios de Ribeira de Pena, Mondim e Celorico de Basto.
Esta iniciativa, tal como muitas outras que têm sido levadas a cabo, resultam da estratégia adoptada pelo actual executivo, de apoio e incentivo ao desporto através, quer da criação de condições que garantam a sua prática, quer através das ajudas às associações locais, regionais e nacionais na realização de eventos cuja organização encontra condições ideais para a sua concretização.
A viabilização da prática desportiva, alargada a outras modalidades das quais se destaca o judo, a canoagem, o andebol, a natação, o voleibol e o futebol, permite também proporcionar à população Cabeceirense, nomeadamente aos mais jovens a prática regular de desporto, em condições técnicas e físicas devidamente credenciadas.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.