Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 07-07-2008

SECÇÃO: Informação

Pela Câmara
Bombeiros Cabeceirenses recebem apoio

Segundo informação divulgada, a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto na última reunião realizada no dia 19 de Junho, sob a presidência do Engº Joaquim Barreto, decidiu prosseguir com os apoios prestados às colectividades do concelho.
Neste âmbito, deliberou atribuir à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Cabeceirenses um apoio financeiro no montante de 25.000,00 Euros, tendo em vista ajudar a custear a aquisição de uma nova viatura de combate a incêndios, que vem substituir uma outra acidentada. Com esta aquisição a Corporação terá certamente, melhores condições operacionais para enfrentar as mais variadas ocorrências no âmbito da protecção civil, nomeadamente, o combate aos incêndios florestais, prestando assim um serviço mais qualificado à população cabeceirense, para além de constituir um relevante incentivo para os Bombeiros.
O Grupo Desportivo de Cavez, foi outra das agremiações que recebeu apoio monetário no valor de 1.500,00 Euros. Esta verba destina-se a ajudar a custear as despesas com os tradicionais festejos em honra de S. Bartolomeu, que se realizam na Ponte de Cavez e onde se incluem, entre outras iniciativas, actividades de animação musical e desportivas, incentivando desta forma, à prática do desporto por parte da população local.

foto
A Associação Cultural e Desportiva Águias de Alvite, recebeu também 3.750,00 Euros, destinados a apoiar a promoção do desporto e a ocupação dos tempos livres. As acções que esta associação tem em curso são importantes para as crianças e jovens da Freguesia de Alvite, bem como para as freguesias vizinhas.
O excutivo decidiu ainda apoiar o Clube de Caça e Pesca de Basto, sedeado no Arco de Baúlhe, atribuindo-lhe a quantia de 350,00 Euros contribuindo desta forma para a realização do 2º Torneio de Tiro aos Pratos inter-freguesias que esta colectividade se propõe realizar.
Por sua vez, ao Centro Cultural, Social e Desportivo dos Trabalhadores da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto foi atribuida a quantia de 4.000,00 Euros, com o intuito de apoiar a realização das actividades previstas em plano.
O executivo, decidiu ainda apoiar o Agrupamento de Escola do Arco, através da construção de bancadas e de outros trabalhos inerentes à realização da iniciativa Marchas Populares que o mesmo levou a cabo aquando do encerramento do ano lectivo 2007/2008.
Ainda no sector educativo, a Câmara decidiu indicar como representantes do Município no Conselho Geral Transitório do Agrupamento de Refojos, o Dr. Jorge Machado, a Drª Rosa Maria Miranda e Francisco Pereira como efectivos neste órgão, bem como, Luís Filipe Silva e Drª Irene Fontes como suplentes. Para o mesmo órgão, mas para o Agrupamento de Escolas do Arco, foram indicados como efectivos, as professoras Ana Stela Monteiro e Benvinda Magalhães e José Lopes. Como suplentes, as Drªs Maria de Fátima Oliveira e Joana Barbosa.

Autarquia apoia AGIR

O executivo decidiu atribuir um apoio financeiro na ordem dos 750,00 Euros, à AGIR – Associação para a Investigação e Desenvolvimento Sócio-Cultural, para apoiar as despesas tidas com o II Seminário Internacional da Memória e Cultura Visual, que realizaram nesta vila. O evento atraiu ao concelho dezenas de historiadores ligados à temática, projectando e divulgadno também esta terra de Basto.
A Câmara decidiu ainda concordar com a proposta apresentada pela Administração Regional de Saúde do Norte referente à delimitação dos ACES – Agrupamentos de Centros de Saúde.
O executivo tomou conhecimento, que após a conclusão de um processo judicial instaurado pelo cidadão Joaquim Barreto e pela Câmara Municipal em 2000, ao semanário «Região do Minho» na sequência de notícia publicada, o director Paulo Martins foi condenado a pagar uma indemnização no valor de 1.500,00 Euros, a título individual, ao cidadão Joaquim Barreto. Verba que este, decidiu doar à Comissão Municipal de Crianças e Jovens em Risco deste concelho.

Regulamento Municipal de Urbanizações e Edificações e Tabela de Taxas aprovados

Foi igualmente decidido propor à Assembleia Municipal a aprovação da versão final do Regulamento Municipal de Urbanização e Edificação e correspondente Tabela de Taxas.
A Câmara autorizou ainda a integração do Município de Cabeceiras de Basto no Conselho de Auditoria/Vistoria do Projecto IQA – Inovar para a Qualidade, respondendo assim ao convite efectuado pela Escola Profissional do Alto Ave.
O executivo aprovou também algumas introduções/alterações efectuadas ao Protocolo Financeiro e de Cooperação celebrado no âmbito do Programa FINICIA.
Aprovou igualmente a participação do Município na Associação de Municípios de Fins Múltiplos comunidade Inter-municipal para o agrupamento de Municípios do Ave, em conformidade com a lei. Aprovou a lista final de candidatos ao cargo de juízes sociais para o biénio 2008/2010, remetendo-a posteriormente para a Assembleia Municipal e por fim, a Câmara tomou conhecimento de ofício enviado pela Direcção-Geral do Tesouro e Finanças, a comunicar ao Município que foi aprovado o financiamento ao abrigo do Programa Pagar a tempo e Horas, no montante total de 1.916.667 Euros.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.