Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 05-05-2008

SECÇÃO: Cultura

foto
Ervas aromáticas e especiarias I

Temperar é dar mais sabor aos alimentos.
As cores das ervas, especiarias e molhos, as suas texturas, o seu aroma e gosto combinam-se para nos proporcionar uma experiência inesquecível.
É difícil definir de forma exacta o seu uso: devem usar-se como quem usa um perfume – na ocasião e na quantidade certa, subtilmente...
- As especiarias e ervas aromáticas devem utilizar-se, de preferência, frescas: são mais perfumadas, saborosas e bonitas.
- Não devem ser compradas em grandes quantidades para que não percam qualidades com o tempo.
- Não se devem utilizar em excesso para não anularem o sabor dos alimentos (quando a sua função é valorizá-los!).
- Mesmo quando usadas em pequenas quantidades, perfumam fortemente a comida, substituindo perfeitamente o sal.
- As ervas compradas frescas conservam-se bem no frigorífico, durante cerce de uma semana, envolvidas num pano húmido ou guardadas numa caixa.
- Devem-se congelar as ervas absolutamente frescas, depois de bem lavadas e rigorosamente enxutas. Dividi-las em pequenas porções e guardá-las em sacos plásticos ou pequenas caixas que se fechem hermeticamente. Não esquecer de etiquetar cada saco ou caixa – depois de congeladas as ervas são difíceis de distinguir!
- As ervas também podem ser congeladas picadas: depois de picadas reparti-las pelas divisórias dos tabuleiros de fazer gelo que se enche com água e vão a congelar. Depois dos cubos de gelo formados, guardam-se em sacos de plástico e utilizam-se para aromatizar sopas ou estufados.
Ramo de cheiros – para aromatizar sopas, carnes, legumes no forno: 2 pés de salsa, 1 de tomilho e 1 folha de louro.
Ervas finas – mistura de ervas própria para aromatizar omeletes, carnes grelhadas, peixes ou estufados: cebolinho, cerefólio, estragão e salsa.
5 especiarias – mistura usada essencialmente na cozinha chinesa: anis-estrelado, cravinho, sementes de funcho, canela e pimenta. Marinadas de carne, aves e peixes.
4 especiarias – mistura usada na cozinha francesa: noz-moscada, canela em pó, cravinho em pó e gengibre em pó.
Sugestões de misturas
1. Mistura para um assado
5gr de cravinho, 5gr de pimenta, 5gr de louro, 10gr de salsa, 10gr de tomilho, 10gr de manjerona e 10gr de alecrim
2. Mistura para patês
5gr de alecrim, 5gr de manjericão, 5gr de canela, 25gr de coentros, 10gr de gengibre, 25gr de tomilho, 5gr de salsa, 10gr de louro, 10gr de noz-moscada e 20gr de cravinho

Por: Susana Ferreira

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.