Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 03-03-2008

SECÇÃO: Desporto

Continuem

Muito se falou e comentou o reajustamento feito por alguns directores do Atlético Cabeceirense, no plantel da equipa principal durante o mês de Dezembro. Os sócios do Atlético Cabeceirense, têm razões para estar satisfeitos com as decisões tomadas, embora estas tenham custado a alguns (que nem sócios são) que não estariam de acordo porque outros interesses se levantavam. O prestígio da colectividade no distrito de Braga, estava a esgotar-se no que se refere a humilhações que o clube estava a passar. Conseguindo ou não (é muito difícil mas possível) evitar a descida de divisão, a realidade é que a partir desse momento o clube e a equipa, não voltaram a ser os mesmos, comprova-o o numero de adeptos, que quer fora, ou em casa, assistem aos encontros e que apoiam a equipa, independentemente de quem sejam os treinadores os dirigentes ou os jogadores e os resultados, ainda não perderam em 5 jogos realizados. Acho que a alma dos verdadeiros Cabeceirenses tem andado pelos locais onde a equipa tem efectuado os seus jogos. Alguns dos atributos de ex equipas do Atlético Cabeceirense, eram da raça, entrega e o querer com que efectuava os jogos, esta equipa e salvaguardando as devidas proporções, faz relembrar em alguns períodos desses tempos, tal a vontade de ganhar com que disputa os jogos até ao fim. Agora para que o sucesso desportivo aconteça, os sócios (verdadeiros donos do clube) têm que acreditar que é possível e apoiar.

amendescorreia@sapo.pt

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.