Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 03-03-2008

SECÇÃO: Correio do Leitor

Correio do Leitor

foto
Carta aberta



25 de Fevereiro de 2008

Ex.ma Senhora D. Maria Fernanda Carneiro.

Recebi a carta de V. Ex.ª , quem me causou grande admiração , por dizer que não me conhece pessoalmente, pois estive aí 10 anos, como empregado do Senhor Abílio Gomes Pereira, que tinha uma loja no Campo do Seco.
Sou natural de Felgueiras, mas a minha esposa, que chamava-se Raquel, mas todas as pessoas a tratavam por Nené, e era da Casa da Paredes, aonde agora tenho parte da casa e uma quinta.
Estou instalado num Lar de pessoas idosas, que se chama Lar Vicentino de Santa Quitéria, por estar situado num monte muito alto, que tem esse nome, aqui em Felgueiras.
É um local muito bonito, que é visitado por muitas pessoas de longe, que no Verão vêm cá em camionetas.
Eu tenho um estabelecimento de tecidos e confecções, que está desviado da Câmara, cerca de 20 metros.
Tenho 6 filhos, todos homens. O mais velho trabalhava no Porto no Banco Espírito Santo, mas está reformado, o segundo trabalhava em Lisboa no Banco Fonsecas e Borné e também está reformado, os 3 a seguir trabalham em fábricas de calçado, a viajar para o estrangeiro, pois todos falam francês, inglês e alemão, e o mais novo é doutor e é professor na Universidade de Braga e tenho um neto que é médico e outro é engenheiro.
A minha vida, dava um bonito romance.
Termino, agradecendo o livro que me ofereceu.

Subscrevo-me com respeito
Manuel Joaquim Pinto

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.