Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 03-03-2008

SECÇÃO: Espaço Europeu

Portugueses descontentes com economia e emprego

Os portugueses elegem como questões que mais os preocupam o desemprego, a inflação e a situação económica em geral. De acordo com um estudo de opinião pública realizado pela União Europeia (Eurobarómetro), 89 por cento dos portugueses consideram que a situação da economia nacional é má e 94 por cento dos inquiridos avaliam negativamente o emprego.
Portugal encontra-se entre os países da União Europeia em que os inquiridos consideram a situação nacional como mais negativa. A nível europeu, a média de avaliações negativas em relação à economia nacional é de 49 por cento, e de 61 por cento em relação à situação de emprego. De igual modo, 46 por cento dos europeus considera que a situação do bem-estar social no seu país é positiva.
O estudo revela ainda que para 47% dos portugueses, os interesses nacionais não são tidos em conta nas instâncias europeias. Apenas 19 por cento dos cidadãos nacionais consideram que a UE tem um impacto positivo na sua economia, o que constitui a proporção mais baixa dos Estados-membros.

Sabe o que é o Fundo Europeu de Ajustamento à Globalização?

O Fundo Europeu de Ajustamento à Globalização pode intervir quando mais de 1 000 trabalhadores de uma empresa ou região e de um sector são despedidos na sequência de alterações significativas da estrutura do comércio mundial.A ajuda deste fundo inclui orientação profissional, formação, apoio ao empreendedorismo e reconhecimento de qualificações, assim como a certificação para os trabalhadores despedidos.
O FEG foi criado pelo Parlamento Europeu e o Conselho em finais de 2006 com o objectivo de ajudar as pessoas que perdiam os empregos devido à globalização. O Presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, tinha avançado com esta ideia em 2005, no intuito de criar um instrumento de solidariedade para ajudar os trabalhadores despedidos devido a alterações da estrutura do comércio mundial, a encontrarem um novo emprego.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.