Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 11-02-2008

SECÇÃO: Informação

O CARNAVAL SAIU À RUA

Um pouco por todo o concelho a tradição renovou-se e os foliões saíram à rua. Isolados, em grupo ou organizados, centenas de crianças, jovens e adultos, desfilaram apresentando as suas máscaras e as suas personagens, enchendo de cor, música e alegria as vilas e aldeias de Cabeceiras de Basto. Assumindo diversas identidades, o Carnaval é tempo de brincadeiras e «ninguém leva a mal».
Em Refojos, destacou-se o desfile das escolas do ensino pré-escolar e básico, onde os temas dominantes incidiram na alimentação saudável, na saúde, na educação, na história, nos desenhos animados, entre outros, mas todos contagiados por grande animação, apesar do tempo adverso que se fazia sentir. Também a vila de Arco de Baúlhe viveu momentos de folia, seja com o Carnaval das escolas, seja com o Corso Carnavalesco que em dia de Entrudo saiu à rua e atraiu centenas de visitantes, não só do concelho, mas de localidades vizinhas. O Ecos de Basto acompanhou as iniciativas e dá à estampa vários flash’s desta festividade bem do agrado da população.

Carnaval das escolas em Refojos
Carnaval das escolas em Refojos

foto

foto

foto

Carnaval das escolas no Arco de Baúlhe
Carnaval das escolas no Arco de Baúlhe

foto

Corso carnavalesco no Arco de Baúlhe
Corso carnavalesco no Arco de Baúlhe


foto


foto


foto




© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.