Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 31-12-2007

SECÇÃO: Região

Autarquia distingue Rancho Folclórico
S. João Baptista de Cavez com Medalha de Mérito Público

O Presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Eng.º Joaquim Barreto, procedeu no dia 16 de Dezembro, à entrega da Medalha de Mérito Público (grau prata) ao Rancho Folclórico S. João Baptista de Cavez, atribuída pela Autarquia no pretérito mês de Julho, aquando da passagem do seu vigésimo quinto aniversário.
Uma cerimónia que teve lugar no Centro Comunitário, em Cavez e na qual marcaram presença também os Presidentes da Junta e da Assembleia de Freguesia de Cavez, Vereadores da Câmara Municipal, demais autarcas, associações da freguesia, direcção e restantes elementos da colectividade agraciada, bem como, numeroso público que ali se deslocou para assistir à entrega deste importante galardão que reconhece e presta homenagem ao Rancho Folclórico S. João Baptista de Cavez, pela prestimosa acção desenvolvida em prol da cultura e do progresso do concelho.

O Presidente da Câmara coloca a medalha de mérito de homenagem ao Rancho Folclórico S. João Baptista de Cavez
O Presidente da Câmara coloca a medalha de mérito de homenagem ao Rancho Folclórico S. João Baptista de Cavez
Após a imposição da insígnia, o presidente da direcção do Rancho Folclórico, Francisco Costa, agradeceu a distinção que a Autarquia lhes conferiu, reconhecendo desta forma, o trabalho aturado que vêm desenvolvendo em prol da recolha, promoção e divulgação do folclore e da etnografia local.

Dinamismo e envolvimento social


Por sua vez, o Presidente da Junta de Freguesia de Cavez, Augusto Teixeira, enalteceu a iniciativa levada a cabo pela Câmara Municipal, que uma vez mais reconhece o trabalho que as colectividades cavezenses vêm desenvolvendo, reflexo do dinamismo e do envolvimento social que as mesmas representam no contexto sócio-cultural, recreativo e desportivo do concelho.
Na oportunidade o Presidente da edilidade, Eng.º Joaquim Barreto, saudou o Rancho Folclórico S. João Baptista de Cavez pelo trabalho que tem feito ao longo dos últimos 25 anos, justificando que, ao atribuir a Medalha de Mérito Público a pessoas colectivas ou singulares, a Câmara Municipal está a distinguir aqueles, cuja acção contribui ou contribuiu para o desenvolvimento e promoção do concelho. Neste caso concreto, o Folclore, é o reflexo dos usos e costumes, das tradições de outrora que desta forma se perpetuam e ajudam a manter viva a identidade de um povo. O autarca referiu ainda, que tal como o Rancho Folclórico S. João Baptista de Cavez, a freguesia tem outros bons exemplos de associativismo, que têm por base o voluntariado e a promoção da terra, valores que realçou e que procura incrementar através do incentivo à criação de várias associações, que surgem um pouco por todo o concelho, em diferentes áreas de actuação. Entusiasta do movimento associativo, o edil, referiu ainda que as colectividades são parceiros fundamentais no desenvolvimento de uma terra que se faz com a participação de todos, num processo de inclusão, que permite uma intervenção mais activa e participada. O autarca mencionou também, a vertente social que o movimento associativo representa já que é inter-geracional e transversal a todos os sectores da sociedade.

Colectividades são pilares para o desenvolvimento de uma terra

A terminar, o Presidente da Câmara, deu os parabéns ao Rancho Folclórico S. João Baptista de Cavez, a quem incentivou a prosseguir o trabalho cultural que vêm desenvolvendo, manifestando na ocasião a sua disponibilidade para continuar a colaborar, já que considera as colectividades para a promoção da nossa terra, da auto-estima das suas gentes, contribuindo para manter viva a identidade da nossa comunidade. São por isso, pilares fundamentais para o desenvolvimento do concelho.
Recorde-se que foi no dia 23 de Março de 1982 que um grupo de cavezenses fundou o Rancho Folclórico de S. João Baptista de Cavez, que ao longo da sua existência se tem distinguido na recolha, interpretação, composição e divulgação da música folclórica e da etnografia da região em geral e do concelho em particular. A sua intensa actividade musical e artística, com significativo impacto em termos de promoção social, cultural, de ocupação dos tempos livres e de preservação das nossas tradições mais genuínas, representou um relevante contributo para a divulgação e projecção do bom nome e da imagem da freguesia, da vila de Cavez e do concelho de Cabeceiras de Basto.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.